Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Acessibilidade > Perguntas Frequentes > Prouni > Mais alunos do ProUni terão ajuda financeira
Início do conteúdo da página

Estados oferecem bolsas a estudantes do ProUni

Os participantes do Programa Universidade para Todos (ProUni) terão oportunidade de trabalho e bolsas de estudo oferecidos por oito estados. Protocolo de intenções nesse sentido será assinado nesta terça-feira, dia 1º de novembro, às 14h30, pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, governadores e secretários de educação. O evento será na Sala de Atos, no edifício-sede do MEC.

Serão beneficiados os estudantes que já ganham bolsas de 25% ou de 50%. As oferecidas pelos estados terão valor mensal mínimo de 25% da mensalidade do estudante. Assinarão o protocolo de intenções os governadores do Tocantins, Marcelo de Carvalho Miranda; e do Rio Grande do Norte, Wilma Maria de Faria, além dos secretários de educação do Amapá, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Santa Catarina e Pernambuco.

“Os estados que aderirem ao protocolo terão apoio dos bolsistas parciais do ProUni”, disse Celso Carneiro Ribeiro, diretor do Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior. Os estudantes poderão participar de programas como o Escola Aberta, que abre escolas nos fins de semana, e outros de acompanhamento escolar apoiados pelas secretarias de educação. Em troca, serão remunerados.

“Se o aluno tiver 50% da bolsa do ProUni e 25% do Financiamento Estudantil (Fies), o que falta de sua mensalidade será complementado pela secretaria estadual de educação”, explicou Ribeiro. Segundo ele, a iniciativa é positiva para viabilizar a permanência dos estudantes nas universidades. “Com a bolsa de permanência, a nova bolsa é a maior novidade do ProUni”, afirmou. Os programas são de cunho social e dão retorno à sociedade. Das 112.275 bolsas do ProUni deste ano, 40 mil são parciais.

Prazos — As instituições de ensino superior farão a adesão ao Prouni a partir do dia 7 de novembro e os alunos, a partir do dia 21. O programa beneficia estudantes de graduação e seqüenciais de formação específica que estudam em universidades particulares – 1.142 já aderiram. São critérios para participar do ProUni: cursar ensino médio em escola pública ou em escola particular como bolsista integral; prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); comprovar renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo para bolsa integral e renda familiar de até três mínimos por pessoa para bolsa parcial. Professores em exercício sem formação superior podem participar dos cursos de licenciatura e pedagogia. Eles não precisam comprovar renda.

Repórter: Susan Faria

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página