Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Acessibilidade > Perguntas Frequentes > Legislação > Como funciona o regime de colaboração entre o MEC, estados e municípios?
Início do conteúdo da página

Alunos do ProUni têm ótimo desempenho

Foto: Wanderley PessoaEstudantes beneficiados na primeira edição do Programa Universidade para Todos (ProUni) – que concede bolsas de estudos a alunos de baixa renda – têm aproveitamento melhor do que aqueles que ingressaram na universidade por meio do vestibular. As informações foram repassadas pelos reitores ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e comentadas pelo presidente durante a Conferência Nacional de Ciência, em Brasília.

Segundo alguns especialistas em educação que criticaram o ProUni, teoricamente, estes estudantes seriam fracos e comprometeriam o nível das turmas. Mas o resultado de pesquisa, em duas instituições de ensino superior, aponta o contrário. A pesquisa identificou que o desempenho dos bolsistas foi superior ao dos alunos que ingressaram por meio do vestibular, derrubando a teoria da incapacidade.

O estudo da Universidade Potiguar, de Natal, por exemplo, diz que a maior média de coeficiente de desempenho foi de um aluno do ProUni, estudante de direito, que atingiu a nota 9,61. A segunda maior ficou com um aluno bolsista do curso de psicologia, 9,57. A pesquisa identifica que, dos 290 alunos bolsistas que ingressaram na universidade, 242 tiveram nota entre 7 e 9; 44 atingiram nota igual ou maior que 9; e só quatro estudantes ficaram com nota menor que 7.

Outra instituição que revela o bom desempenho dos alunos do ProUni é o Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb). Segundo os dados apurados, os alunos que receberam bolsa tiveram melhor desempenho em 17 cursos de 18 avaliados. O diretor de Modernização e Programas da Educação Superior do MEC, Celso Carneiro Ribeiro, avalia a dificuldade de acesso aos cursos de ensino superior, o que faz com que o estudante tenha maior empenho e força de vontade. “São pessoas que agarraram a chance e que não medem esforços, para não deixar a oportunidade escapar”, explica.

Inscrições – As inscrições para o ProUni vão de 5 a 26 de dezembro. O estudante deve ter renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos e ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em escola privada com bolsa integral. Na primeira edição, o ProUni ofereceu 112 mil bolsas integrais e parciais em 1.142 instituições particulares de ensino superior. É o maior número de vagas criadas em apenas um ano na educação superior. Nos próximos quatro anos, o programa possibilitará a oferta de 400 mil novas bolsas de estudos.

Repórter: Sandro Santos

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página