Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Acessibilidade > Perguntas Frequentes > Prouni > Senado discute a manutenção do número de vagas do ProUni
Início do conteúdo da página

Reclassificados do ProUni devem confirmar dados até 23 de agosto

Foto: Wanderley PessoaO prazo para os candidatos reclassificados do Programa Universidade para Todos (ProUni) confirmarem seus dados socioeconômicos junto à instituição de ensino em que foram selecionados foi prorrogado até a próxima quarta-feira, 23. A confirmação das informações é fundamental para o candidato garantir a bolsa do ProUni, que será concedida a partir deste mês.

Foram reclassificados 16.968 candidatos que preencherão parte das 43.614 vagas oferecidas pelo ProUni para o segundo semestre deste ano. Os reclassificados ocuparão as vagas dos candidatos selecionados cujos dados socioeconômicos não foram confirmados. O candidato selecionado para o segundo semestre do ProUni que quiser saber se cumpriu as exigências e foi aceito deve acessar a página eletrônica do programa ou ligar para o telefone 0800-616161. É necessário identificar o número do seu CPF e da inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Histórico – O programa concede bolsas de estudos integrais e parciais a estudantes de cursos de graduação e seqüenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior, oferecendo, em contrapartida, isenção de alguns tributos àquelas que aderirem ao programa.

Em 2005, o ProUni ofereceu 112.275 bolsas. Neste ano foram 138.668, um aumento de 24% no número de bolsas. Concorrem às vagas do ProUni alunos que fizeram todo o ensino médio em escolas públicas, os que estudaram em escolas particulares com bolsa integral e os professores da rede pública de ensino básico em efetivo exercício. Todos devem, ainda, ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2005 e obtido nota mínima de 45 pontos, na média entre as provas de conhecimentos gerais e de redação deste exame.

São também requisitos obrigatórios ter renda familiar por pessoa de até um salário mínimo e meio (R$ 525,00), para concorrer a uma bolsa integral, e até três salários mínimos por pessoa da família (R$ 1.050,00), para concorrer a uma bolsa parcial de 50% da mensalidade.

Repórter: Susan Faria

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página