Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Impedimentos de natureza física não dificultam o ingresso em universidades públicas
Início do conteúdo da página
Pesquisas e dados

Escolas do Sudeste estão em primeiro lugar na Prova Brasil

  • Terça-feira, 04 de julho de 2006, 11h53

As escolas da Região Sudeste (Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais), individualmente, são as que conseguiram os primeiros lugares na Prova Brasil. Contudo, por unidade federativa, os 39.613 alunos de 335 escolas do Distrito Federal alcançaram as melhores pontuações nas provas aplicadas para 3,3 milhões de alunos na quarta e na oitava série do ensino fundamental da rede pública.

Escolas cariocas ocupam o primeiro e o segundo lugar, em língua portuguesa e matemática, na quarta e na oitava série.  Alunos da quarta série do Ciep 279 professor Guiomar Gonçalves, de Trajano de Morais (RJ), tiraram o primeiro lugar na prova de língua portuguesa e segundo lugar em matemática. Já os estudantes do Centro de Ensino Januário de Toledo Pizza, de São Sebastião do Alto (RJ), conseguiram o primeiro lugar em matemática e segundo lugar em língua portuguesa, também do nível da quarta série.

Colégio de Aplicação - Os alunos de oitava série do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, na capital, conseguiram o primeiro lugar no ranking nacional da Prova Brasil, em língua portuguesa e matemática. O segundo lugar deste nível, também nas duas disciplinas, ficou com alunos da Unidade Humaitá II do Colégio Pedro II, ligado ao MEC.

O terceiro lugar nas duas provas da 8a série ficou com o Colégio Militar de Juiz de Fora, Juiz de Fora (MG). Já o terceiro lugar da 4a série, na prova de língua portuguesa, ficou com a Escola Municipal Barão do Amapá, de Duque de Caxias (RJ); na de matemática foi ocupado pela Escola Helena Borsetti, de Matão (SP).

Nordeste - Da quarta até a 10a classificação na Prova Brasil, entram escolas do Sudeste e também de três estados do Nordeste (Bahia, Ceará e Pernambuco) e uma do Distrito Federal. São elas: Unidade Centro e Unidade Hamaitá II do Colégio Pedro II, Rio de Janeiro (RJ); Colégio Militar de Salvador; Escola Municipal de Formação Professor Governador Portela, de Miguel Pereira (RJ); Colégio Militar de Fortaleza; Escola Municipal Professor José Negri, de Sertãozinho (SP); Escola Municipal Professor Doriol Beato, de Conselheiro Lafaiete (MG); Fundação Osório, Rio de Janeiro; Escola de Aplicação Professor Chaves, de Nazaré da Mata (PE); e Colégio Militar de Brasília.

Já no nível da quarta série, em língua portuguesa, ocupam da quarta à 10a classificação as seguintes escolas: Professora Helena Borsetti, de Matão (SP); Leonor Mendes de Barros, Barra do Chapéu (SP); Unidade Tijuca I do Colégio Pedro II, Rio de Janeiro II; Escola Estadual Cônego Gétulio, Patos de Minas (MG); Professora Maria Ignez Lopes Rossi, Ribeirão Preto (SP); Escola Militar Alfredo Lopes Martins, de Trajano de Morais (RJ); e Escola Militar Victor Padrilha, de Sud Mennucci (SP).

Neste mesmo nível, mas na disciplina de matemática, ocupam do quarto ao 10a lugar na Prova Brasil as escolas: Estadual Carvalho Brito, Guaranesia (MG); Municipal Barão do Amapá, Duque de Caxias (RJ); Unidade Tijuca I do Colégio Pedro II, Rio de Janeiro; Municipal João Batista de Oliveira, Fartura (SP); Municipal Professor Hélio Damante, Bom Jesus dos Perdões (SP); Estadual Professor Manuel Marinho, Volta Redonda (RJ); e Instituto de Aplicação Fernando da Silveira, Rio de Janeiro.

Distrito Federal - Os alunos brasilienses alcançaram as melhores notas da Prova Brasil, nas duas disciplinas (língua portuguesa e matemática) e nas duas séries (quarta e oitava série). Fizeram não só pontuação acima da média nacional, mas também acima de suas notas no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) de 2003.

A Prova Brasil avaliou o conhecimento de língua portuguesa (com foco em leitura) e matemática (com foco em solução de problemas) de 3.306.317 estudantes de 4a e 8a série do ensino básico da rede pública do pais. As provas foram aplicadas em cerca de 160 mil turmas de 41 mil escolas urbanas, em 5.398 municípios, em novembro de 2005. Os dados estão disponíveis na internet e serão enviados, a partir da próxima semana, a todas as escolas que participaram do programa.

A Prova Brasil indica os resultados por escola e dá subsídios para maior pressão pelo ensino de qualidade, para mobilização e comparações de escola por escola, município por município e níveis estaduais e nacional. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC) operacionalizou a aplicação da Prova Brasil em parceria com as secretarias estaduais e municipais de educação. As informações da Prova Brasil estão disponíveis na página eletrônica do Inep.

Repórter: Susan Faria

 

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página