Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Ensino a distância

Laboratórios móveis terão aulas práticas no Ceará e Tocantins

  • Quarta-feira, 16 de setembro de 2009, 19h10
Coordenadora do e-Tec Ceará visita laboratório móvel. (Foto: Fabiana Carvalho)Alunos cearenses de cursos técnicos de nível médio a distância terão a oportunidade de receber aulas práticas em laboratórios didáticos móveis, através do Programa Escola Aberta Técnica do Brasil (e-Tec). O projeto do Ministério da Educação deverá atender a 800 estudantes do Ceará e a 734 de Tocantins. São 19 modelos diferentes de laboratórios adaptados para diversas áreas do ensino técnico, como a enfermagem, eletrônica, informática e agroindústria.

No Ceará são quatro cursos técnicos a distância ofertados em polos de sete municípios do estado: eletrotécnica, segurança do trabalho, informática e edificações.

Segundo a coordenadora geral do e-Tec Ceará, Maria Benedita Lopes Rocha, o laboratório móvel atenderá alunos em municípios que não têm acesso a esses equipamentos para as aulas práticas. “Temos municípios que ficam a mais de 400 quilômetros da capital e não contam com infraestrutura. Eles não teriam essas tecnologias para aulas práticas, mas o quadro muda com o projeto do e-Tec”, afirma.

Em Tocantins o programa atende 734 estudantes. O Instituto Federal do Tocantins (IFTO) oferece quatro cursos: agroecologia, marketing, secretariado e informática pela internet. O pró-reitor do (IFTO), Carlos Henrique Monschau Funck, disse que o programa vai ajudar na formação tecnológica de qualidade. “O estado é carente de pessoas qualificadas em diversas áreas como agricultura, ecologia, informática e eventos. Precisamos atender a essa demanda. Hoje a educação a distância permite essa inclusão, essa socialização do aluno”, avalia o pró-reitor.

Laboratórios - O laboratório móvel alia tecnologia a multifuncionalidade. Cada unidade conta com instalações de água, esgoto e gás, além de ar-condicionado, energia elétrica e rede de ar comprimido.

A compra dos caminhões e laboratórios deverá ser realizada nos próximos dois meses pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Serão R$ 12 milhões para financiar a compra de cerca de 50 caminhões pelas escolas interessadas. Mais de R$ 18 milhões financiarão a instalação de equipamentos para os laboratórios. Cada instituição poderá escolher o tipo de laboratório mais adequado para os cursos à distância ofertados. O tamanho do laboratório pode variar entre 35 e 75 metros quadrados.

O protótipo do laboratório móvel fica em exposição até 18 de setembro em frente a sede do MEC, em Brasília. As visitas ao modelo devem ser agendadas pelos telefones (61) 21048467/7216 ou pelo endereço eletrônico O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Assessoria de Imprensa da Seed
X
Fim do conteúdo da página