Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Universidade Federal Rural da Amazônia tem novo reitor
Início do conteúdo da página
Educação básica

Santa Catarina Alfabetizada prorroga prazo de inscrições no programa

  • Segunda-feira, 08 de agosto de 2005, 12h55

O Programa Santa Catarina Alfabetizada prorrogou suas inscrições até o dia 31 de agosto. Podem se inscrever pessoas com mais de 15 anos de idade não alfabetizadas e professores que queiram participar do programa. As inscrições podem ser feitas nos centros de educação de jovens e adultos (Ceja) ou nas 30 gerências regionais de Educação, Ciência e Tecnologia (Gereis). De acordo com a Secretaria de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia (Seect), a estimativa é que o número de alunos cadastrados no programa de alfabetização chegue a dez mil. O Ministério da Educação, responsável pelo programa Brasil Alfabetizado, já destinou cerca de R$ 1,3 milhão ao estado de Santa Catarina.

Dos 25 mil alunos que participaram das primeiras turmas do Programa Santa Catarina Alfabetizada, coordenado pela Seect, 17 mil pretendem continuar os estudos. A informação é da gerente de Educação de Jovens e Adultos da Secretaria, Elisabete Paixão. Ela apela para os pais, alunos, professores e diretores das escolas da rede pública para que façam uma mobilização junto aos demais segmentos da sociedade, no sentido de motivar a população que não teve acesso à escolaridade a se inscrever no programa.

Os interessados em atuar como professores alfabetizadores devem ter, no mínimo, o ensino médio completo. Eles receberão uma bolsa mensal de R$ 120,00, mais R$ 7,00 por aluno. As turmas, que devem ter 25 alunos, no máximo, vão funcionar nos Cejas, Núcleos Avançados de Ensino Supletivo (Naes), unidades escolares e nas escolas da rede pública municipal que aderiram ao programa junto a Seect.

Recursos – A Secretaria de Estado da Educação informa que assegurou recursos para a pós-alfabetização dos estudantes da nova turma, a exemplo do que fez com os alunos que concluíram a alfabetização em junho deste ano e que estão sendo encaminhados aos Cejas, Naes e escolas da rede regular de ensino para ingressarem no ensino fundamental. “A continuidade dos estudos é fundamental para que o processo de alfabetização possa ser efetivado”, ressalta Elisabete Paixão.

Mais informações na Gerência de Educação de Jovens e Adultos da Secretaria de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia – Telefone: (48) 221-6078, ou no Ceja de Florianópolis – (48) 223-5508.

Repórter: Sonia Jacinto com informações da Assessoria de Imprensa da Seect

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página