Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Outras

Mapa do Ideb mostra evolução positiva

  • Sexta-feira, 20 de junho de 2008, 16h34

O mapa dos índices de desenvolvimento da educação básica (Idebs) dos 1.242 municípios prioritários nas ações do Ministério da Educação mostra que 1.135 atingiram ou superaram as metas fixadas para o ano de 2007 na quarta série do ensino fundamental. Todos os estados têm municípios prioritários, sendo que a maioria está concentrada nas regiões Nordeste (818) e Norte (200).

Os dados que o MEC divulga neste sábado, 21, destacam três conquistas do grupo de municípios prioritários: na região Nordeste, dos 818 municípios nessa condição, 739 alcançaram ou superaram as metas; em quatro estados – Ceará, Mato Grosso, Santa Catarina e Espírito Santo –, um município por estado ficou na meta e os demais superaram os índices; e em outros quatro estados – Roraima, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo –, 100% dos municípios superaram as metas de 2007.

Os municípios prioritários nas ações do MEC recebem, além de recursos financeiros, apoio técnico para diagnóstico da situação educacional, para a definição e confecção de projetos, formação de gestores, aquisição de equipamentos. Na avaliação do ministério, os dados do Ideb de 2007 mostram que o apoio técnico oferecido aos municípios está ajudando a melhorar a qualidade da educação pública.

A reação positiva pode ser verificada em muitos municípios. Grajaú (AM), por exemplo, passou de um índice de 2,5 pontos em 2005 para 4,5, em 2007. O índice alcançado era a meta de Grajaú para 2019. No Ceará, o município de Nova Olinda tinha 2,5 em 2005 e alcançou 4 pontos em 2007, meta que deveria ser alcançada em 2015. Outro exemplo é Nova América da Colina (PR). Esse município registrou Ideb de 1,2 em 2005, mas chegou a 2007 com 4,4, meta também esperada para 2015.

Outros municípios prioritários precisarão de ainda mais reforço financeiro e técnico porque ficaram abaixo da meta. Entre eles, Porto (PI), que tinha índice de 2,5 em 2005 e caiu para 1,9, em 2007; Medina (MG) tinha 2,9 em 2009, caiu para 2,4, em 2007; Paripueira (AL) tinha 1,8 em 2007. Alcançou 1,9 em 2007, mas ficou abaixo da meta, que era 2 pontos.

Ionice Lorenzoni

Leia mais...
MEC divulga índices da educação básica

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página