Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Vinculação pode valer em 2014, diz presidente da OAB
Início do conteúdo da página
Livro didático

Secretarias de educação devem fazer adesão até 30 de junho

  • Segunda-feira, 24 de maio de 2010, 12h31
Professores e diretores de escolas públicas devem fazer a escolha dos livros para 2011 no período de 21 de junho a 4 de julho (Foto: Arquivo/MEC)As secretarias estaduais e municipais de educação terão mais tempo para aderir ao Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) prorrogou o prazo, de 31 de maio para 30 de junho. Aquelas que não enviarem o termo de adesão, assinado, ficarão sem os livros em 2011.

Válida a partir deste ano, a nova regra objetiva garantir mais controle na distribuição das obras às escolas. “Agora, só vai receber os livros quem fizer a solicitação formal”, disse o diretor de ações educacionais do FNDE, Rafael Torino. Cerca de 70% das redes de ensino já enviaram o pedido de adesão ao PNLD. “Com a prorrogação, queremos estender ao máximo a oportunidade de todos participarem”, afirmou Torino.

De 21 de junho a 4 de julho, professores e diretores de escolas públicas devem fazer a escolha dos livros com os quais vão trabalhar em 2011. A escolha envolverá as disciplinas de português, matemática, história, geografia, ciências e língua estrangeira (inglês e espanhol), do sexto ao nono ano do ensino fundamental. Como ajuda, eles podem consultar o Guia do PNLD, na página eletrônica do FNDE. A publicação traz um resumo das obras avaliadas e selecionadas pela Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação.

Assessoria de Comunicação Social do FNDE
Assunto(s): livro didático , escolha , prazo
X
Fim do conteúdo da página