Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Governo federal lança programa para a implantação de escolas cívico-militares
Início do conteúdo da página
Desenvolvimento sustentável

Escolas públicas vão discutir temas da conferência Rio+20

  • Quarta-feira, 09 de novembro de 2011, 11h06
No início do ano letivo de 2012, o Ministério da Educação enviará vídeo sobre meio ambiente às escolas públicas do país. A proposta da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do MEC é levar professores e estudantes a discutir as questões que serão abordadas, em junho, na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. Estarão em pauta temas como economia verde, governança, leis ambientais e a história da luta pela preservação do meio ambiente no planeta.

“A política do MEC não é propor a criação de uma disciplina nas escolas, mas que a educação ambiental seja um tema transversal; ou seja, não apenas um assunto a ser tratado no Dia da Árvore ou na Semana do Meio Ambiente”, diz o coordenador de educação ambiental da Secadi, José Vicente de Freitas. “O que o MEC propõe, e oferece suporte, por meio de metodologia, material didático e recursos, é que as escolas desenvolvam ações permanentes e continuadas para que os alunos desenvolvam a consciência ambiental.”

O Programa Dinheiro Direto da Escola (PDDE) do Fundo de Desenvolvimento da Educação (FNDE) prevê a liberação de R$ 350 milhões, a serem aplicados pelas escolas públicas, em três anos, em projetos ambientais, como hortas escolares, eficiência energética, coleta de água da chuva e até adaptação de espaços físicos em prédios sustentáveis.

As ações educacionais propostas pela Secadi integram a Política Nacional de Educação Ambiental (Pnea), instituída pela Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999, e do Programa Nacional de Educação Ambiental (Pronea). Entre essas ações está a realização, em 2012, da quarta edição da Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. Na última, realizada em 2009, mais de 3 milhões de estudantes de 11,6 mil escolas públicas do Brasil participaram dos debates sobre consciência ambiental.

O Pronea é o marco central das ações do órgão gestor da política nacional de educação ambiental, formado pela Coordenação-Geral de Educação Ambiental do MEC, pelo Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente e por redes e parceiros da sociedade civil.

Rovênia Amorim

Ouça na Rede de Comunicadores entrevista com José Vicente de Freitas sobre a Lei nº 9.795/1999, que institui a política nacional de educação ambiental

X
Fim do conteúdo da página