Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Gestão escolar

Compreensão e dedicação fazem a diferença e garantem prêmio

  • Quarta-feira, 08 de abril de 2015, 17h56

Uma escola no interior do Amazonas é exemplo de excelência na área de educação. Localizada no município de Itacoatiara, a 270 quilômetros de Manaus, a Escola Estadual Senador João Bosco Ramos de Lima destaca-se mesmo em meio às adversidades enfrentadas por seus estudantes, originários, em sua maior parte, de bairros carentes da periferia e também da zona rural.

Segundo a diretora, Maria Elzineide do Espírito Santo Farias, a instituição é uma das poucas no município que recebem alunos com deficiência auditiva e visual e com distorção idade–série, excluídos de outras unidades de ensino por reprovação ou evasão escolar. Além disso, muitos precisam acordar às 3h da madrugada para ir às aulas. “Nesse contexto, são inúmeras as carências que eles carregam”, avalia. “Procuramos compreender os alunos em suas carências, angústias, sonhos e expectativas ou mesmo motivando-os a estabelecer metas para o futuro.”

Com mais de 800 estudantes matriculados, a escola desenvolve inúmeros projetos em diversas áreas, tais como o Mexa-se, de ginástica laboral e aeróbica, o Alfabetização sensorial dos alunos cegos, por meio do uso das plantas medicinais, e o projeto Escola Sustentável, para conscientizar os alunos na questão ambiental.

Graças aos recursos do programa Mais Educação, do Ministério da Educação, a escola oferece reforço escolar nas disciplinas de matemática e língua portuguesa, além de aulas de dança, judô e percussão, no período do contraturno. A instituição também desenvolve atividades na área dos programas Projovem Urbano e Projovem Campo – Saberes da Terra, do MEC. Ambos oferecem a jovens alfabetizados de 18 a 29 anos a chance de escolarização em ensino fundamental, na modalidade de educação de jovens e adultos, de forma integrada à qualificação social e profissional.

Prêmio — A escola foi a vencedora, no Amazonas, do prêmio Gestão Escolar, edição 2013, promovido pelo Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed). Recebeu, então, o diploma de escola referência nacional em gestão.

“Atribuo essa conquista a professores, funcionários, alunos, pais e comunidade em geral, pela dedicação, competência e ousadia de uma equipe que pensa no resultado do grupo, na conquista em conjunto e que é, acima de tudo, comprometida com uma educação de qualidade”, ressalta a diretora. Para Maria Elzineide, a instituição de ensino conta com a dedicação de todos os funcionários e demais parceiros para fazer a diferença na vida dos alunos. De um total de 25 anos no magistério, há 13 como gestora, ela acredita que a educação é responsabilidade de todos. Por essa razão, adota a gestão compartilhada e colaborativa. “Todos os segmentos da escola têm vez e voz, podem expor opiniões, reivindicar ações e, sobretudo, participar ativamente de todo o processo educacional”, esclarece.

Em 2015, a diretora espera que novos projetos sejam aprovados pelo programa Ciência na Escola, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas, a fim de incentivar a iniciação científica. Outra meta é dar continuidade aos programas Projovem Urbano e Projovem Campo – Saberes da Terra.

“Nossa pretensão é aprimorar os projetos já vivenciados para aprofundar as ações a serem desenvolvidas, verificar os resultados alcançados, reforçar os pontos positivos e avaliar os negativos a fim de garantir o melhor aprendizado dos alunos”, garante Maria Elzineide. Com graduação em educação física e em biologia e especialização em tecnologia educacional e em gestão escolar, ela cursa mestrado em ciência da educação.

Fátima Schenini

Assunto(s): gestão escolar , prêmio
X
Fim do conteúdo da página