Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Caminho da Escola

Ônibus escolares já têm seus preços definidos para compra

  • Sexta-feira, 23 de abril de 2010, 15h10
Estados e municípios já podem comprar os novos ônibus do programa Caminho da Escola. Para isso, basta aderir à ata de registro de preços do pregão eletrônico nº 16/2010 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Os modelos de ofício para formalizar a aquisição dos veículos com recursos próprios ou com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) já estão disponíveis no Portal do FNDE.

Pelo pregão eletrônico, o veículo mais barato – ônibus convencional pequeno, para até 29 alunos sentados, adequado a pistas pavimentadas ou de terra com boas condições de trafegabilidade – custa R$ 123 mil, preço dado pela empresa Iveco Latin America.

Os outros dois itens do edital foram vencidos pela empresa Man Latin America. Com preço estipulado em R$ 198 mil, o ônibus reforçado médio, para até 44 estudantes sentados, tem boa performance em pistas com condições precárias. Já o ônibus reforçado grande, também adequado para vias precárias, transporta até 59 alunos sentados e custa R$ 212 mil. A ata de registro de preços vale pelos próximos 12 meses.

Especificações – “Os novos ônibus cumprem com um dos principais objetivos do Caminho da Escola, que é a produção de veículos exclusivos para o transporte escolar com mais segurança e conforto aos alunos”, afirma José Maria Rodrigues de Souza, coordenador-geral de apoio à manutenção escolar do FNDE.

Entre as especificações dos veículos, há cinto de segurança em todos os assentos e mecanismo de proibição de locomoção com a porta aberta. A largura do corredor central é mais estreita que o habitual, dificultando que os estudantes fiquem em pé nos veículos e aumentando a quantidade e o conforto dos assentos. Também têm tacógrafo eletrônico e GPS, para garantir maior segurança para os estudantes e permitir o controle do trajeto, dos tempos de percurso e de paradas, e de consumo de combustível.

Outras características são chassi mais alto, rodas mais próximas da frente e da traseira do veículo, para melhorar a trafegabilidade e facilitar a saída de atoleiros, e uma cadeira de rodas especial, que baixa até o solo para embarcar alunos com dificuldade de locomoção. Em função disso, o vão livre da porta ficou mais largo: passou de 80 cm para 95 cm.  

Adesão – Existem três formas para estados e municípios participarem do programa: com recursos próprios, bastando aderir ao pregão; por meio de financiamento do BNDES, que oferece linha de crédito especial para a aquisição de ônibus zero quilômetro; ou via convênio com o FNDE. Desde sua criação, em 2007, até março de 2010, o Caminho da Escola atendeu 2.697 municípios, com a compra de 5.721 veículos.

Assessoria de Comunicação Social do FNDE

Portal do FNDE
X
Fim do conteúdo da página