Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias
Início do conteúdo da página
Educação a distância

Universidade Aberta faz 10 anos e oferece 55 mil vagas

  • Segunda-feira, 03 de outubro de 2016, 11h05

O ensino público a distância faz 10 anos desde a criação da Universidade Aberta do Brasil (UAB), pelo Ministério da Educação. O sistema conta com 106 instituições públicas de ensino superior integradas, entre universidades federais, estaduais e convênios com municípios. Isso tudo representa 616 polos ativos, que integram 130 mil alunos atualmente. Nessa década, 160 mil estudantes já se formaram pela Universidade Aberta. Na avaliação do diretor de educação a distância da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Carlos Lenuzza, essa modalidade é determinante na formação de professores.

Segundo Lenuzza, não seria possível atingir as metas do Plano Nacional de Educação – com todos formados até 2020 – se não fosse pela Universidade Aberta do Brasil e a educação pública de qualidade dada a professores de escolas distantes. “Esse funcionário municipal, que não tinha formação, ia buscar formação nos grandes centros e dificilmente retornava para o município de origem. Com esse modelo da Universidade Aberta, levamos formação justamente aos municípios que têm maior dificuldade”, explica Lenuzza.

O atual governo lançou edital com a oferta de 55 mil novas vagas para a Universidade Aberta. Desse total, 35 mil vagas são para este semestre, as outras 20 mil para o primeiro semestre do ano que vem. Além disso, a Universidade Aberta do Brasil lançou, também no final de setembro, o portal EduCapes, com conteúdos educacionais abertos, ou seja, o portal compila o material didático dos cursos do sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) e pode ser acessado gratuitamente por cidadãos de todas as regiões do Brasil. De acordo com o diretor da Capes, é um espaço seguro para toda a comunidade acadêmica, onde o professor e o pesquisador também podem publicar seus próprios projetos.

Carlos Lenuzza explica que a ferramenta é voltada para alunos e professores da educação básica, superior e pós-graduação, que busquem materiais para elaboração de cursos ou para aprimoramento de seus conhecimentos e ainda para o público em geral. Assim, o portal não vai ficar restrito à Universidade Aberta: será aberto a toda a comunidade acadêmica. “Em seu acervo, vai hospedar acessos a objetos educacionais, como laboratórios remotos e virtuais, jogos educacionais, e-books, videoaulas, animações, dissertações e outros materiais de pesquisa e ensino que estejam licenciados de maneira aberta, sob domínio público, sem custo”, enfatiza Lenuzza.

Acesse o portal EduCapes

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página