Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Escolha dos livros aprovados pelo PNLD 2018 começa dia 21
Início do conteúdo da página
Documentário

Série da TV Escola celebra a Semana de Portugal no Brasil

  • Quarta-feira, 14 de junho de 2017, 18h57

Ana Paula Laborinho, presidente do Instituto Camões, e o presidente do Real Gabinete Português de Leitura, Francisco Gomes da Costa, após assinatura do acordo de cooperação para valorização da cultura portuguesa no Brasil (Foto: Roquette Pinto Comunicação Educativa)Em homenagem à semana da língua portuguesa, que marca o falecimento do poeta português Luis de Camões e também o Dia de Portugal, comemorado em 10 de junho, a programação da TV Escola tem exibido, às 22h, o documentário Além-Mar, produzido em parceria com a Múltipla Comunicação, em 1999. Dividida em cinco episódios, a série retrata a cultura dos povos colonizados por Portugal.

O programa mostra o cruzamento entre 10 países unidos pela língua, culinária, música, dança, religião e cor, adaptados a suas próprias raízes. O resultado é a mistura de culturas, com unidade e diversidade, de Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Moçambique, Angola, Macau, Guiné-Bissau, Malaca, Goa, Timor Leste e Brasil.

Para o diretor-geral adjunto da Roquette Pinto Comunicação Educativa, Luiz Geraldo Dolino, Além-Mar é uma produção que orgulha não apenas a TV Escola, mas o próprio meio televisivo. “Ao tratar com segurança histórica, beleza plástica e interesse dramático a saga do nosso idioma a partir do final da Idade Média, a série retoma a aventura dos desbravadores. Da Península Ibérica, passando pelo Brasil recém descoberto, atravessando a África (Cabo Verde, Angola e Moçambique) em direção à Índia (Goa) e chegando até à China (Macau), num paralelo com os Lusíadas, são demonstrados os feitos e conquistas da comunicação por meio de uma língua, a nossa língua, que subsiste heroicamente”, frisa.

Episódios – O primeiro episódio de Além-Mar mostra a vida dos povos que, unidos pelo idioma português, souberam aproveitar de maneira positiva a mistura cultural. O segundo, intitulado O que quer, o que pode essa língua?, mostra as adaptações da língua portuguesa aos idiomas nativos, criando novas palavras que são apresentadas por meio de sua gente e por depoimentos de jornalistas, cineastas e escritores.

No terceiro episódio, a série apresenta a adaptação de religiões distintas que constroem novos rituais e convivem pacificamente com a língua portuguesa. Os ritos marítimos, o culto à Virgem Maria, o símbolo da cruz, as danças como forma de rezar e a importância do batuque nas escolas de samba unem diferentes povos. No quarto, destaque para a simbiose na arquitetura e suas variações para adaptação dos vários povos. O documentário apresenta o desejo europeu por especiarias e a descoberta de mistura de temperos, criando novos sabores aceitos por todos, com a mensagem de que somos todos mestiços e todo mundo é igual. Por fim, o último episódio mostra a comunicação como troca de experiências culturais, a missão de quem fala a língua portuguesa, a música, o teatro, as telenovelas brasileiras e a conexão musical existente entre Brasil e Portugal.

Cerimônia – Em homenagem às comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo, o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro ministro, Antonio Costa, estiveram no Brasil no último sábado, 10, e participaram de uma cerimônia no Real Gabinete Português de Leitura, no Rio de Janeiro, que também completou 180 anos. Na ocasião, foi assinado um acordo entre o Real Gabinete, o Liceu Literário Português, a Caixa de Socorros de Portugal e o Instituto Camões para desenvolvimento de projetos que valorizem e preservem a cultura portuguesa no Brasil.

Assessoria de Comunicação Social, com informações da Roquette Pinto Comunicação Educativa

X
Fim do conteúdo da página