Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Memória

Missa de sétimo dia de reitor da Universidade Federal de Santa Catarina é realizada no MEC

  • Segunda-feira, 09 de outubro de 2017, 20h10


Foi celebrada no auditório do Ministério da Educação, nesta segunda-feira, 9, uma missa de sétimo dia pelo falecimento do reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier de Olivo. O rito se realizou a pedido do ministro Mendonça Filho e teve a participação de servidores do MEC.

“Quero manifestar aqui o meu pesar em nome do poder público, minha dor como ser humano e, também, como ministro da Educação. O reitor Cancellier foi alguém que tive a oportunidade de conhecer e receber no MEC em várias ocasiões e um dos poucos reitores que tive o privilégio de visitar na sede de sua instituição. Sempre foi muito presente toda a energia e vibração que ele extravasava quando tratava dos projetos para a UFSC”, disse o ministro.

Mendonça Filho explicitou a surpresa com que recebeu a notícia. “Foi algo trágico; fiquei marcado e chocado com o que aconteceu. A morte sempre deixa qualquer um fora do normal e, por mais que a gente possa buscar na espiritualidade o conforto para a dor provocada pela morte, não é algo com que a gente convive com facilidade.”

Para ministro Mendonça Filho, o reitor era um “cidadão que lutava pela educação e se dedicou em favor de sua instituição” (Foto: Luís Fortes/MEC)

Em sua fala, o ministro abordou os desafios encontrados por pessoas públicas. “O momento que o Brasil vive é difícil, turvo, onde o certo e o errado se misturam, as virtudes e defeitos se confundem e a gente não tem a clareza do que estamos percorrendo. São caminhos nos quais, muitas vezes, nos surpreendemos em situações difíceis de encarar com naturalidade. Não quero julgar ninguém, nem fazer qualquer avaliação, apenas comentar que, infelizmente, perdemos uma vida. Um cidadão que lutava pela educação e se dedicou em favor de sua instituição”.

O reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo faleceu no último dia 2 de outubro, aos 59 anos. Natural de Tubarão (RS), ingressou em 1977 no curso de direito da UFSC. Assumiu a reitoria da instituição em 2015 e defendeu um modelo administrativo que resgatasse a excelência e a eficiência da universidade, apostando na descentralização da gestão e valorização dos centros e unidades universitárias.

Assessoria de Comunicação Social

Assunto(s): UFSC , reitor , missa
X
Fim do conteúdo da página