Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
É bom saber

Presidente da TV Escola anuncia programação totalmente renovada da emissora

  • Quarta-feira, 10 de janeiro de 2018, 21h23

Canal do Ministério da Educação, a TV Escola se prepara para lançar nova programação e identidade visual. As estreias começam em 15 de janeiro, e as novidades foram apresentadas ao ministro da Educação, Mendonça Filho, nesta quarta-feira, 10. Até março, 80% da grade chega ao público com novidades, que vão desde o lançamento de programas inéditos até a reformulação das programações mais populares.

“A nova programação da TV Escola é algo excepcional. Está em um formato bastante didático e sintonizado com as mudanças importantes da grade curricular a partir da Base Nacional Comum Curricular e outras iniciativas, como o Novo Ensino Médio, as mudanças no Enem e no Fies, programas que se dirigem à transformação da realidade da educação no Brasil”, disse o ministro Mendonça Filho.

Para realização das mudanças foi levado em conta pesquisa feita pelo Instituto GPP em sete capitais (Curitiba, São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Salvador, João Pessoa e Recife), que constatou uma demanda por programas educativos. “Fizemos duas pesquisas nacionais para servirem de guia para nossa equipe. Os produtos que vamos levar ao ar têm esse cuidado de serem aquilo que o nosso espectador quer e espera que a gente apresente. Nós somos uma TV educativa e devemos levar esse conteúdo educativo da forma mais acessível ao nosso público”, explicou o diretor geral da TV Escola, Fernando Veloso.

Serão mais de 15 programas inéditos, entre os quais a Mostra Geração, comandada pelo ator Christian Monassa, que reúne produções audiovisuais de crianças e jovens; a série Professor Presente, com depoimentos de professores que visam dar visibilidade aos trabalhos de sala de aula ou fora dela; e a animação Oto, que apresenta de forma lúdica gêneros e estilos musicais para o público infantil.

Diretor geral da TV Escola, Fernando Veloso (à direita) apresentou as novidades na programação da TV Escola, Canal do Ministério da Educação (Foto: Luís Fortes/MEC)

Programas já consagrados como o Salto Para o Futuro e o Hora do Enem virão reformulados. O primeiro, sob o comando de Barbara Pereira e Murilo Ribeiro, ganha novo cenário e passa a ser exibido ao vivo. Já o Hora do Enem ganha quadros inéditos.

Para acompanhar a programação, uma nova dinâmica de faixas de programa e público foi estabelecida, de modo que a grade passa a ser dividida em Infantil (3 a 10 anos), Jovem (15 a 18 anos) e Mundo da Educação e Adulto, este último com conteúdos diretamente voltados ao currículo da educação básica e outros não-curriculares, mas ligados à educação.

No final do ano passado, o público teve uma prévia das novidades quando a TV Escola estreou o Rede Escola – Notícias da Educação, a primeira revista eletrônica do país dedicada à educação. Exibido às sextas-feiras, sempre às 21h, o programa é apresentado por Clarissa Vargas e Ernesto Xavier e tem como editor o jornalista Marcílio Brandão. Na mesma época, a emissora lançou seu primeiro produto no ramo da teledramaturgia: 1817 – A Revolução Esquecida. No formato de documentário histórico dramatizado, o filme, dirigido e produzido por Tizuka Yamazaki e Ricardo Fávila, contou com Klara Castanho e Bruno Ferrari em um elenco com mais de 20 atores.

Para embalar todas as novidades dessa transição, a TV Escola lança também novas chamadas e logomarca. O slogan É bom saber substitui o TV Escola, o canal da educação. A nova marca conta com a assinatura de Ruth Reis e sua equipe. Há mais de 20 anos no ar, o canal tem como público-alvo professores, coordenadores e gestores escolares, além de alunos da pré-escola ao ensino médio da rede pública.

Toda a programação da rede pode ser acessada por satélite, parabólica, DTH, TV a cabo e TV digital, somando mais de 80 milhões de espectadores, além da internet, que reúne 12 milhões de usuários acessando o canal via web, mais de 370 mil seguidores nas redes sociais, 20 mil downloads do aplicativo para TVs conectadas e mais de 180 mil downloads para smartphones.

Confira também o site da TV Escola com videoteca, programação e muito mais.

Assessoria de Comunicação Social

 

Assunto(s): tv escola
X
Fim do conteúdo da página