Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Ministério da Educação
Início do conteúdo da página
Reconhecimento

Ministro da Educação recebe homenagem da fundação francesa Liceu Pasteur em São Paulo

  • Quarta-feira, 07 de fevereiro de 2018, 16h18

O ministro da Educação, Mendonça Filho, foi homenageado pela Fundação Liceu Pasteur, em São Paulo, nesta quarta-feira, 7. Ele recebeu uma placa em “respeito pelo trabalho que realiza no desenvolvimento do país pela educação”. Mendonça Filho destacou que o país vive um momento rico de mudanças estruturais na educação. “O Brasil proporcionou, nos últimos anos, uma inserção significativa de crianças e jovens na área educacional, mas, infelizmente, ainda convivemos com o desafio da qualidade”, afirmou.

“Temos que assegurar às crianças e jovens do Brasil acesso a uma educação de qualidade e que promova equidade e oportunidade para todos”, acrescentou. “Esse é o desafio do poder público e de todos que aqueles que atuam na educação no nosso país. E o exemplo da França, que sempre foi uma nação que valorizou a cultura e a educação, é referência para qualquer país do mundo que queira trilhar um bom caminho, uma boa direção.” 

A Fundação Liceu Pasteur foi pioneira no ensino experimental bilíngue no Brasil e a primeira a ser oficialmente reconhecida pelas autoridades brasileiras nessa modalidade. Por quase um século, a Fundação Liceu Pasteur se dedica à promoção da influência cultural da língua francesa em São Paulo, contribuindo para o desenvolvimento da cidade por meio do estreitamento das relações da França com o Brasil.

Na ocasião, também foram homenageados José Renato Nalini, secretário de Educação do Estado de São Paulo, e Alexandre Schneider, secretário municipal de Educação da capital paulista. Participaram da solenidade Michel Miraillet, embaixador da França no Brasil; Marcelo Manhães, presidente em exercício da Fundação Liceu Pasteur; Cláudio Kassab, vice-diretor do Liceu Pasteur; e Christophe Nerrand, coordenador-geral do Liceu Pasteur.

Mendonça Filho visitou as instalações da Fundação Liceu Pasteur, pioneira no ensino experimental bilíngue no Brasil (Foto: André Nery/MEC)

Comunidade – Para o cônsul-geral da França em São Paulo, Brieuc Pont, a Fundação Liceu Pasteur tem duas pátrias: a França e o Brasil. “Para nós, franceses que moramos no Brasil, esta escola representa a alma da nossa comunidade”, declarou. “Somos uma comunidade que investe no futuro do Brasil, pois geramos cerca de 500 mil empregos e colocamos a França como maior empregador estrangeiro aqui neste país. Isso mostra a altíssima compatibilidade cultural que existe entre franceses e brasileiros. O sistema de ensino francês no Brasil se integra neste país, com a vontade de participar da magnífica aventura que é a história brasileira.”

Presente ao evento, o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e presidente licenciado da Fundação Liceu Pasteur, Gilberto Kassab, reforçou que o evento promovido pela comunidade francesa visa oficializar a ampliação do ensino bilíngue francês e brasileiro na Fundação Liceu Pasteur. “Com o apoio de uma fundação composta por brasileiros e franceses, muito tempo atrás, se permitiu estreitar a relação dos dois países, se percebeu a importância do ensino integral entre os estudantes no mundo inteiro, e aqui no Brasil cresceu também a demanda pelo ensino bilíngue”, explicou Gilberto Kassab.

Ensino - Desde o seu início, a instituição oferece a crianças, adolescentes e jovens a educação básica – da infantil ao ensino médio – em língua francesa. Nas décadas de 1950 e 1960, São Paulo recebeu muitas empresas originárias da França. E foi com a instalação de diversas famílias dessa nacionalidade que surgiu o projeto de ensino bilíngue. 

A aprovação desse projeto permitiu a criação dos cursos Experimental Bilíngue e Complementar Especial em Língua Francesa – ambos estabelecidos na Casa Santos Dumont –, ao mesmo tempo em que abriu um caminho para que outras instituições fizessem o mesmo. Em novembro de 2011, o Conselho Estadual de Educação de São Paulo aprovou novo regimento e oficializou a criação da Unidade Vergueiro do Liceu Pasteur, jurisdicionada à Diretoria de Ensino Centro-Sul.

Graças a uma convenção firmada entre a Fundação Liceu Pasteur e a Agência para o Ensino Francês no Exterior (Aefe), do governo da França, a Unidade Vergueiro faz parte de uma rede de centenas de escolas espalhadas pelo mundo, que prepara seus alunos para o Baccalauréat, o exame de qualificação francês para o ingresso no ensino superior, ao mesmo tempo que cumpre o programa brasileiro.

Assessoria de Comunicação Social

Assunto(s): frança , homenagem , Liceu Pasteur
X
Fim do conteúdo da página