Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Ensino Superior

Campi Maués e Parintins do Instituto Federal do Amazonas ganham quadras poliesportivas

  • Sexta-feira, 05 de outubro de 2018, 21h27

O ministro da Educação, Rossieli Soares, inaugurou o ginásio poliesportivo do campi Maués do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), que  conta com mais de 2 mil m² de área construída, possibilitando as práticas de futebol, futsal, vôlei e handebol (Foto: Diego Dubard/MEC)O ministro da Educação, Rossieli Soares, inaugurou, nesta sexta-feira, 5, dois ginásios poliesportivos nos campi Maués e Parintins, do Instituto Federal do Amazonas (Ifam). Para a criação dos dois centros esportivos, o MEC liberou R$ 7,4 milhões.

Cada um dos ginásios conta com mais de 2 mil m² de área construída, possibilitando as práticas de futebol, futsal, vôlei e handebol. As estruturas englobam arquibancada para 620 pessoas, palco de eventos e vestiários – equipados com sanitários e área para banho –, quatro salas multiuso e ambiente administrativo.

Rossieli destacou que os ginásios não estão restritos ao Instituto Federal, e que obras como essas beneficiam todo o município onde se encontram. “O ginásio, além de uma área para esporte e para formação física dos alunos, também é um espaço de cultura, onde poderão ser realizadas pesquisas e feiras científicas”, afirmou o ministro. “Aproveitem esse espaço. Vocês estão em uma instituição de excelência de educação no país”, frisou.

O ministro também destacou que todos os campi do Ifam estão recebendo algum tipo de ajuda da reitoria com apoio do MEC, e que a educação técnica deve ser uma grande apoiadora de tudo aquilo que a cidade produz. Sobre o campus de Maués, Rossieli disse que irá fazer uma negociação com a Ambev para que eles doem de alguns laboratórios para a terra do guaraná. “Isso irá trazer mais desenvolvimento para o município”, contou.

O reitor do Instituto Federal do Amazonas, Antônio Venâncio Castelo Branco, agradeceu o empenho do ministro de levar melhorias para o Ifam, e que prova disso é esses novos espaços. “Se nós não tivéssemos o apoio e aporte do MEC essa obra não estaria sendo entregue hoje. Em momentos difíceis que atravessa a economia do país, isso é uma vitória para os campi, para os servidores e para os alunos”, comemorou Venâncio.

IFAM - No IFAM, há a oferta de ensino desde a educação básica até o ensino superior, de graduação e pós-graduação lato e stricto sensu. Hoje, soma 25.768 alunos matriculados, distribuídos em 265 cursos, sendo cinco de qualificação profissional em Formação Inicial Continuada (FIC), 203 técnicos, 15 tecnólogos, 15 licenciaturas, cinco bacharelados, 19 especializações lato sensu, e três mestrados.

Atualmente, o instituto conta com 15 campi, sendo três em Manaus (Manaus Centro, Manaus Distrito Industrial e Manaus Zona Leste), Coari, Lábrea, Maués, Manacapuru (avançado), Parintins, Presidente Figueiredo, São Gabriel da Cachoeira, Tabatinga, Humaitá, Eirunepé, Itacoatiara e Tefé. Está estabelecido em 23 municípios, dois quais três deles são polos de Educação a Distância (EaD), em Roraima. No total, o quadro de profissionais conta com 1.950 servidores.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página