Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Trilhas da Educação

Alunas do ensino médio criam aplicativo de combate ao suicídio

  • Sexta-feira, 06 de setembro de 2019, 18h54

Um grupo de estudantes do ensino técnico integrado ao médio e o objetivo de ajudar a vida das pessoas. Foi assim que alunas do Instituto Federal de Santa Catarina decidiram criar um aplicativo para um tema sensível que chamou a atenção: o suicídio, que tem um índice preocupante na região.

O aplicativo de prevenção ao suicídio recebeu o nome de “Safe Tears”, que em português, significa "lágrimas seguras". Cada usuário do aplicativo recebe um tipo de pontuação de acordo com informações pessoais. A plataforma envia mensagens motivacionais e, dependendo do caso, alerta para a necessidade de se procurar ajuda médica.

Ana Júlia Giacomeli é uma das jovens de Xanxerê, no Oeste Catarinense, que participou da criação do app. Segundo ela, motivação veio durante a aula do professor de informática, Alex Weber, que passou para a turma um documentário sobre uma competição internacional de tecnologia só para meninas.

“Nós fizemos um plano de negócios para a competição e colocamos todos os dados, índices de suicídio e acontecimentos. Na nossa região, se não me engano, é a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos”, afirmou a estudante.

Para tirar o projeto do papel e transformar o aplicativo em realidade, as estudantes precisaram elaborar um planejamento. E perceberam que o índice de suicídio na região é preocupante.  O professor de informática, Alex Weber, explica que as alunas contaram com o apoio de uma equipe interdisciplinar.

Tanto esforço e dedicação foram reconhecidos. E “Safe Tears” foi um dos finalistas da “Technovation Challenge”, competição que ocorreu em agosto na Califórnia, Estados Unidos. O aplicativo para combate ao suicídio não ganhou o prêmio. Mas, trouxe conquistas bem mais valiosas.

Saiba mais – O aplicativo para ajudar no combate ao suicídio é o tema da edição desta sexta-feira, 6 de setembro, do programa Trilhas da Educação, da Rádio do MEC.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página