Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias
Início do conteúdo da página
Educação no ar

Trabalho inovador nas salas de aula renderá prêmios a professores de escolas públicas

  • Quinta-feira, 17 de agosto de 2017, 09h52

O Prêmio Professores do Brasil, iniciativa do Ministério da Educação, reconhece o trabalho de quem inova no ambiente escolar e destaca experiências pedagógicas inovadoras da rede pública de ensino. A décima edição do prêmio está com as inscrições abertas até 25 de agosto. Em 2017, serão distribuídos R$ 255 mil reais em prêmios, viagens educativas pelo Brasil e pelo exterior, além de equipamentos de informática e de atletismo.

“O Prêmio Professores do Brasil é um incentivo muito grande aos professores para que pensem novas formas de trabalhar com os alunos e estimulá-los, envolvendo-os em uma educação de qualidade”, explica a diretora de formação e desenvolvimento dos profissionais da educação da Secretaria de Educação Básica (SEB) do MEC, Carmen Neves. Ela lembra que o prêmio é parte da política de valorização dos professores do MEC.

O prêmio tem seis categorias e três etapas de avaliação: a estadual, com 162 vencedores; a regional, com 30, e a nacional, com seis. Todos os professores de escolas públicas da educação básica podem se inscrever para esta edição.

“É importante que os professores participem. Às vezes o professor pensa que precisa ser um projeto muito grande e não é verdade. Pode ser um projeto simples, mas que seja eficiente e que realmente ajude seus alunos a aprender e a vivenciar a educação no dia a dia”, ressalta a diretora.

Para a edição deste ano há uma nova ferramenta à disposição dos participantes: um curso, por meio de um aplicativo para celular, que auxilia os professores no desenvolvimento de seus projetos. Chamado de Na Trilha das Boas Práticas, orienta o professor a construir o seu projeto. O curso não é obrigatório, mas contribui para que ele qualifique melhor o seu projeto.

Para a diretora de formação e desenvolvimento dos profissionais da educação do MEC, Carmen Neves, o prêmio incentiva os professores a inovar na educação (Frame: TV MEC)Compartilhar – Para inspirar professores e multiplicar as boas experiências, o site do prêmio está sendo aperfeiçoado. A proposta é que, com as experiências bem-sucedidas destacadas em cada edição do prêmio, outras escolas da rede pública de ensino aprimorem seus planos de aula e o processo de aprendizado dos alunos. 

“Nós estamos aperfeiçoando a página do Prêmio para que todas as experiências vencedoras componham um banco de dados. Nós temos vários relatos de professores que usam projetos premiados e os adaptam à sua sala de aula. Há um efeito multiplicador dos projetos do Prêmio Professores do Brasil”, disse.

A avaliação dos projetos passa por comissões locais, mas todos os envolvidos recebem formação para que exista, em todo o Brasil, uma certa unidade na seleção dos projetos. De acordo com a diretora, o objetivo é que os projetos premiados possam servir de exemplo tanto para escolas do interior, quanto para grandes centros urbanos do país.

“A intenção é de compartilhamento e de mostrar que mesmo em cidades pequenas, escondidas no interior do Brasil, existem professores fazendo trabalhos muito criativos e muito inovadores. Trabalhos esses que podem e devem ser compartilhados com outros professores de todo o Brasil”, afirma Carmen Neves.

 “Não importa onde este professor trabalhe, se é uma escola simples, uma escola grande, se é escola de creche, de ensino médio, nós temos categorias para premiar, reconhecer e valorizar todos esses trabalhos inovadores e criativos dos nossos professores”, reforça Carmen Neves.

Confira a página do Prêmio Professores do Brasil.

Assessoria de Comunicação Social

 

X
Fim do conteúdo da página