Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Base Nacional Comum Curricular é aprovada no CNE e segue para homologação do ministro da Educação
Início do conteúdo da página
Cooperação

Países lusófonos discutem políticas de educação de adultos

  • Segunda-feira, 12 de março de 2018, 20h02

O Ministério da Educação realiza a 1ª Oficina sobre Boas Práticas de Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos no âmbito da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), nesta segunda-feira, 12, e terça-feira, 13, em Brasília. O objetivo do evento é promover a discussão técnica sobre a alfabetização e a educação de jovens e adultos, com foco no acesso, formação de educadores, equidade e inclusão social. As conclusões da oficina serão levadas pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, à 10ª Reunião de Ministros de Estado da Educação da CPLP, que acontece em 16 de março, em Salvador.

O objetivo é disseminar as boas práticas, monitorar atividades de gerenciamento do Plano de Ação (2016-2018), fortalecer a cooperação no campo da alfabetização de jovens e adultos entre os países membros da CPLP e elaborar a carta de intenções e recomendações para subsidiar a próxima reunião de ministros.

A oficina é realizada dentro do Plano de Ação de Cooperação Multilateral no Domínio da Educação da CPLP para 2016-2020, alinhado aos compromissos firmados no marco de Ação de Belém (6ª Confitea). O Plano de Ação possui cinco eixos: informação e avaliação, acesso, capacitação, qualidade e língua portuguesa.

De acordo com Maria das Graças Silva, diretora de políticas para a juventude, alfabetização e educação de jovens e adultos do MEC, foram escolhidos três dos cinco eixos do plano de ação para conduzir os trabalhos durante a oficina: acesso, qualidade e capacitação.

“Nesse plano de ação há orientações e recomendações aos países sobre como podem fazer os encaminhamentos adequados no âmbito da política educacional de cada um, respeitando sua diversidade, soberania, qualidade e equidade, dentro do plano de ação de 2016-2020”, detalha a diretora.

Participam do evento representantes de praticamente todos os países membros da CPLP – Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Apenas a Guiné-Equatorial não compareceu.

Assessoria de Comunicação Social

Assunto(s): EJA , CPLP
X
Fim do conteúdo da página