Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Analfabetismo no país cai de 11,5% para 8,7% nos últimos oito anos
Início do conteúdo da página
  • Alunos do Cefet-RR são Jovens Embaixadores

    Os alunos do Centro Federal de Educação Tecnológica de Roraima (Cefet-RR) Alana Carioca e Paulo Segundo foram selecionados para o programa Jovens Embaixadores. No estado, onze estudantes participaram da primeira etapa da seleção, e para a fase final somente três jovens foram escolhidos.

    Classificada em 1º lugar, Alana Carioca, 16 anos, aluna do 3° ano do ensino médio, viajará para os Estados Unidos na primeira semana de janeiro, onde cumprirá uma programação, que inclui observar projetos sociais ali desenvolvidos e fazer visitas técnicas em escolas de ensino médio. Quando retornar ao Brasil, a estudante deve participar de mais uma avaliação, a partir da qual será concedida uma bolsa de estudos ou um contrato de trabalho em uma multinacional.

    Para Alana, esta é a realização de um sonho. “Sempre quis ir aos Estados Unidos ou conseguir uma bolsa de estudos”, disse, sem esconder o entusiasmo. “O programa Jovens Embaixadores é um projeto humanitário que nos oferece não só a possibilidade de ir aos Estados Unidos, mas também de trabalharmos por causas sociais que venham a beneficiar outras pessoas”, acrescentou.

    Paulo Segundo também compartilha dessa opinião. Para ele, o programa é um incentivo para que se continue trabalhando em prol das outras pessoas. Paulo, de 17 anos, é aluno do 2° ano do ensino médio e ficou em 2º lugar. O estudante virá a Brasília, onde participará de um curso de línguas.

    Tanto Alana quanto Paulo já se envolveram em projetos sociais. “Eu trabalhei na organização de caridade Glória do Ocidente. Lá, preparava comida para alimentar as classes mais desfavorecidas e fui garçonete”, contou Alana. Já Paulo Segundo disse ter participado da campanha do Kilo, organizada pelo centro espírita que freqüenta. “Fiz coleta de roupa e alimentos e distribuição de cestas básicas para famílias carentes. Com esse programa, espero poder aprender e ensinar muito. Estou aberto para isso.”

    Programa — O programa Jovens Embaixadores é uma iniciativa de responsabilidade social da Embaixada dos Estados Unidos, em parceria com instituições públicas e privadas, para jovens da rede pública de ensino que tenham perfil de liderança e consciência de cidadania. O programa não visa apenas dar aos jovens a chance de viajar para os EUA ou aprimorar o inglês. A idéia é que os participantes se transformem em embaixadores que fortaleçam os vínculos de amizade, respeito e colaboração entre os dois países. Por meio desse intercâmbio, os jovens embaixadores obterão também ferramentas para continuar fazendo a diferença em suas comunidades, atuando em projetos sociais.

    Entre os benefícios proporcionados pelo programa aos participantes, estão: crescimento acadêmico, pessoal e profissional através da troca de informações sobre história, cultura e sociedade entre Brasil e Estados Unidos; ampliação dos horizontes e promoção da auto-estima.

    Critérios de seleção — Podem participar do programa jovens entre 15 e 18 anos, regularmente matriculados e que estejam envolvidos com algum projeto social. Os inscritos passaram por várias fases avaliativas, sendo uma prova objetiva e uma dissertativa em língua estrangeira com questões de interesses gerais; avaliação oral para verificar o domínio do inglês e por fim uma comissão analisou as questões socioeconômicas.

    Assessorias de Imprensa da Setec e do Cefet-RR

Fim do conteúdo da página