Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Universidade da Integração divulga lista dos aprovados

    Os 2.124 brasileiros inscritos para concorrer às 150 vagas dos seis primeiros cursos de graduação abertos pela Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) podem consultar, nesta quinta-feira, 5, a lista de aprovados. A seleção foi feita com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2009, combinadas com o fator escola pública — pontuação definida pela universidade para estudantes que cursaram o ensino médio público.

    A instituição também divulga nesta quinta-feira a relação dos alunos argentinos, uruguaios e paraguaios selecionados pelo Ministério da Educação em seus países. Eles preenchem 150 vagas nos mesmos cursos.

    Ao analisar a procedência dos alunos brasileiros selecionados, o reitor da Unila, Hélgio Trindade, observa que a instituição cumpre, no início das atividades acadêmicas de graduação, os princípios da inclusão social e da integração nacional e regional com os países fundadores do Mercosul.

    No quesito inclusão social, 100% das vagas destinadas aos brasileiros foram preenchidas por estudantes que fizeram o ensino médio em escolas públicas. No critério integração nacional, os brasileiros que ingressam na graduação representam, segundo Trindade, as cinco regiões do país e procedem de quase todos os estados. A mesma representação ocorre com os alunos oriundos dos três países do bloco.

    Matrícula — Os estudantes brasileiros, argentinos, uruguaios e paraguaios aprovados devem estar atentos ao calendário deste mês e providenciar os documentos a serem apresentados na instituição de ensino. A pré-matrícula tem de ser feita até segunda-feira, 9, pela internet. A partir do dia 12, devem ser apresentados os documentos e efetuada a matrícula. As aulas têm início no dia 16.

    Criada em janeiro deste ano, a Unila começa as atividades no Parque Tecnológico Itaipu, em Foz do Iguaçu (PR). As instalações, provisórias, foram cedidas pela empresa Itaipu Binacional.

    Cada curso oferece 25 vagas a estudantes brasileiros e outras 25 são distribuídas entre argentinos, uruguaios e paraguaios. No período da manhã, serão ministrados os cursos de ciências biológicas, ecologia e biodiversidade, de engenharia ambiental e energias renováveis e de engenharia civil de infraestrutura; à tarde, os de relações internacionais e integração e de sociedade, estado e política na América Latina; à noite, o de economia, integração e desenvolvimento.

    A relação dos alunos selecionados, os documentos para a matrícula e outros dados estão na página eletrônica da Unila.

    Ionice Lorenzoni
  • Aprovados em concurso são convocados para exame médico

    O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) convoca os classificados em terceira chamada no concurso para os cargos de especialista e de técnico em financiamento e execução de programas educacionais. O resultado final do concurso e o do curso de formação, além da convocação para a inspeção médica oficial, foram divulgados no Diário Oficial da União desta quinta-feira, dia 9, na seção 3, páginas 31 e 32.

    A inspeção médica oficial compreende a realização de avaliação da capacidade física e mental para o exercício das atribuições do cargo. Os aprovados devem apresentar a carteira de identidade e exames laboratoriais e complementares à Coordenação de Assistência Médica e Social do Ministério da Educação, no Anexo I, térreo, sala 8, em Brasília, de segunda-feira, 13, até o dia 30. O candidato deve marcar data e horário pelo telefone (61) 2104-8359.

    Caso o candidato não apresente os exames solicitados, estará impedido de passar pela inspeção médica e impossibilitado de tomar posse.

    Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Candidatos da terceira etapa podem conferir a relação dos aprovados

    Está à disposição dos candidatos a relação dos aprovados na terceira fase do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Do total de 322,9 mil inscritos, 21.457 foram selecionados. Eles devem fazer a matrícula a partir de terça-feira, 9, nas universidades e institutos federais de educação, ciência e tecnologia. O prazo vai até o dia 12.

    Encerradas as matrículas, a universidade ou instituto federal que ainda tiver vagas remanescentes pode convocar candidatos a partir da lista de classificação. Os não selecionados podem confirmar no sistema se pretendem fazer parte da lista de espera para curso no qual se inscreveram.

    O Sisu é o sistema informatizado criado pelo Ministério da Educação para a seleção de estudantes por 51 instituições públicas de educação superior com base nas notas obtidas no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) de 2009. Participaram da seleção unificada 23 universidades federais e 26 institutos federais, com a oferta de vagas em cursos de bacharelado, licenciatura e superiores de tecnologia. Além das instituições federais, a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) e a Escola Nacional de Ciências Estatísticas (Ence) selecionam candidatos pelo sistema unificado.

    A relação dos aprovados está na página eletrônica do Sisu.

    Assessoria de Comunicação Social

    Confira o número de aprovados por UF.
    Confira o número de aprovados por IES.
    Confira o número de aprovados por curso.
  • Capes divulga lista de aprovados para doutorado no exterior

    A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) apresentou, na sexta-feira, 7, o resultado do edital de seleção de candidaturas ao Programa de Doutorado Pleno no Exterior. Foram aprovados 150 candidatos, que deverão começar os estudos entre julho e novembro deste ano.

    O programa oferece bolsas de doutorado pleno como alternativa complementar às possibilidades ofertadas pelo conjunto dos programas de pós-graduação no Brasil. Com o apoio, busca-se desenvolver os centros de ensino e pesquisa brasileiros com o retorno dos bolsistas, ampliar o nível de colaboração e de publicações conjuntas entre pesquisadores que atuam no Brasil e no exterior, aumentar o acesso de pesquisadores brasileiros a centros internacionais de excelência e proporcionar maior visibilidade internacional à produção científica, tecnológica e cultural brasileira.

    A bolsa é concedida inicialmente por um período de, no máximo, 12 meses. A renovação da concessão é condicionada ao desempenho acadêmico satisfatório do estudante. A duração total do doutorado não poderá ultrapassar 48 meses, com vigência até o mês de defesa da tese.

    Mais informações estão disponíveis na lista de aprovados.

    Assessoria de Comunicação Social, com informações da Capes

Fim do conteúdo da página