Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Instituto do Pará faz parceria para qualificar trabalhadores

    A cidade de Marabá, a cerca de 500 quilômetros de Belém, é rica em minérios, mas falta mão de obra qualificada para a exploração mineral. Por causa disso, a Vale – uma das empresas que exploram a região – fechou parceria com o campus industrial da unidade de Marabá do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará. A companhia destinará R$ 6 milhões para a abertura de cursos técnicos.

    Serão abertos ainda este ano três cursos para formar trabalhadores aptos ao trabalho industrial: química, mecânica e eletrotécnica. Serão 70 vagas para cada um – 35 no turno da manhã e 35 no turno da tarde.

    “A Vale tem que trazer gente de fora para trabalhar aqui. Muitos vão embora porque sentem saudades de casa ou não se adaptam à temperatura, à comida”, destaca o diretor geral do campus industrial, Augusto Sérgio Moreira Cardoso. Na visão dele, a criação dos cursos vai contribuir para ampliar a formação dos moradores e para o desenvolvimento da região a um só tempo.

    Os cursos técnicos terão duração de quatro módulos – dois anos – e não são integrados ao ensino médio. “A intenção é oferecer os cursos integrados em 2010, mas ainda temos de contratar professores de educação básica”, informa Sérgio.

    De acordo com o diretor, o acordo entre o campus industrial e a Vale prevê a aplicação de R$ 6 milhões da companhia, até 2010, para ampliar a estrutura da escola e contratar professores. Já foram repassados R$ 2,2 milhões à unidade. O dinheiro será usado para construir dois blocos de salas de aulas e três laboratórios – um específico para cada curso. Hoje, a escola conta com cinco salas de aula.

    Os recursos também serão revertidos para a contratação de nove professores: três de eletrotécnica; três de química, dois de mecânica e um de segurança do trabalho. As inscrições para o processo de seleção dos professores estão abertas até esta sexta-feira, 12 de junho.

    O edital com a previsão de vagas para os cursos solicitados pela Vale será aberto na próxima segunda-feira, 15 de junho. “As inscrições dos alunos serão em julho e o processo seletivo em agosto”, diz Sérgio.

    Cursos em andamento – Atualmente, o campus industrial atende 300 alunos em três turnos: manhã, tarde e noite. Há 90 matriculados no curso técnico de informática; 105 estudam edificações, e outros 105, agrimensura. Todos os cursos são técnicos, com duração de um ano e meio, e oferecidos a alunos com o ensino médio completo.

    Consulte mais informações sobre processos de inscrição e seleção no sítio do instituto do Pará.

    Maria Clara Machado

    Confira as notícias sobre os Institutos Federais
Fim do conteúdo da página