Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Acordo com Ministério Público vai aperfeiçoar o controle

    Haddad destacou que o movimento pela educação depende não só dos educadores: 'O Ministério Público pode ajudar na fiscalização de todos os gestores da educação' (Foto: Fabiana Carvalho)Aperfeiçoar os mecanismos de acompanhamento, controle e fiscalização dos recursos públicos investidos em educação é o objetivo do segundo encontro entre representantes do Ministério da Educação e do Ministério Público. A reunião teve início nesta quinta-feira, 17, em Brasília, e vai até sexta-feira, 18.


    “O movimento favorável à educação depende do protagonismo de várias entidades, não só dos educadores. O Ministério Público pode ajudar na fiscalização de todos os gestores da educação”, afirmou o ministro Fernando Haddad, na abertura do encontro. Os dirigentes assinaram acordo que dispõe sobre as formas de controle e fiscalização dos recursos em educação.


    Haddad lembrou que governos e prefeituras, com o compromisso assumido a partir do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), têm de seguir diretrizes para melhorar a qualidade do ensino. Tais diretrizes estão condicionadas a transferências voluntárias da União. “É justificável o não cumprimento das metas, já que isso não depende só do gestor, mas não o das diretrizes”, disse.


    O encontro também tem a presença do secretário-executivo adjunto do MEC, Francisco das Chagas, responsável pela articulação com diversos segmentos da sociedade civil. Os assuntos tratados nesses dois dias serão o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope), o Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

    Letícia Tancredi

Fim do conteúdo da página