Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Definida a distribuição de 8,1 mil cargos para professores e técnicos

    Autorizada a abertura de concurso público para preenchimento de 8,9 mil vagas de professores e técnicos administrativos da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, o Ministério da Educação estabelece a destinação de 8,1 mil dessas vagas. De acordo com a Portaria nº 11, publicada no Diário Oficialda União desta segunda-feira, 11 (Seção 1, página 19), os cargos serão distribuídos entre os institutos federais de educação, ciência e tecnologia. O restante será reservado aos centros federais de educação tecnológica (Cefets) do Rio de Janeiro e de Minas Gerais e demais unidades vinculadas à rede.      

    De acordo com o diretor de desenvolvimento da rede, Getúlio Marques Ferreira, a distribuição confirma o compromisso do governo federal com o acesso à educação profissional em todo país. “A expansão da rede federal é uma política que traz inclusão e desenvolvimento social e econômico aos estados e municípios”, destacou.

    Foram contemplados com o maior número de vagas os estados de São Paulo (381), Rio Grande do Sul (376) e Bahia (359). Na distribuição, foram observados fatores como o número de matrículas e de unidades de cada instituto e o planejamento das instituições de ensino. Todos os institutos realizarão concursos em 2010. A demanda por professores e técnicos administrativos resulta da expansão da rede. Foram entregues 102 unidades de ensino em 2009. Para este ano, estão previstas mais cem.

    De acordo com os editais, que devem ser lançados ainda este mês, serão 4,4 mil vagas para professores — salários iniciais de R$ 2,8 mil para profissionais com graduação e de R$ 6,5 mil para doutores com dedicação exclusiva. Para os técnicos, serão 3,6 mil vagas e remuneração média de 1,5 mil.

    A autorização para o provimento das 8,9 mil vagas foi dada pelo Ministério do Planejamento em 31 de dezembro de 2009. Até o fim do ano, devem ser abertas outras 8,8 mil, também a serem preenchidas em concurso público.

    Assessoria de Imprensa da Setec
Fim do conteúdo da página