Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Disponível para consulta a lista dos pré-selecionados ao P-Fies


    Quem se candidatou a uma das 105 mil vagas oferecidas pelo P-Fies para o segundo semestre de 2018 já pode consultar a lista com os nomes dos pré-selecionados, na página do Fies Seleção na internet. O P-Fies é uma das modalidades do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), oferecida para quem tem uma renda mensal familiar de até cinco salários por pessoa.

    Os pré-selecionados têm prazo entre esta terça-feira, 7, e segunda-feira, 13, para procurar a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino superior particular da qual faz parte, e complementar as informações com a documentação solicitada.

    O P-Fies é o Programa de Financiamento Estudantil responsável pela concessão de financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação. As condições para concessão do financiamento são definidas entre o agente financeiro operador do crédito (banco), a instituição de ensino superior e o estudante.

    O P-Fies opera com recursos dos Fundos Constitucionais e dos Agentes Operadores de Crédito. Podem ser financiados os cursos de graduação com conceito maior ou igual a três no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) ofertados pelas instituições de ensino superior participantes do Fies. Também podem participar do programa os cursos que, ainda não avaliados pelo Sinaes, estejam autorizados para funcionamento pelo cadastro do MEC. 

    Acesse o Fies Seleção

    Assessoria de Comunicação Social

  • Documentos

  • Inep passa a divulgar microdados das três últimas edições do Encceja

    O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) passa a ter seus microdados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia vinculada ao Ministério da Educação. Nesta terça-feira, 3, foram disponibilizados no Portal do Inep, de forma inédita, os microdados das edições de 2014, 2015 e 2016 do exame.

    A iniciativa cumpre a missão de desenvolver e disseminar informações educacionais. A divulgação de microdados dos exames, avaliações, estatísticas e indicadores educacionais produzidos pelo Inep permite o acesso a informações específicas e a produção de análises mais aprofundadas por parte de pesquisadores, jornalistas e gestores públicos.

    O material disponível no Portal do Inep referente ao Encceja reúne, além dos dados em si, um dicionário, os gabaritos, um “Leia-me” com orientações gerais sobre como usar e citar microdados, documentos técnicos, matrizes de referência, inputs e questionários.

    Encceja 2014 – Nessa edição houve provas e questionário socioeconômico no Brasil e no exterior. Apesar da aplicação ter contemplado participantes privados de liberdade (PPL) no exterior, esses dados não serão divulgados, a fim de preservar a identificação pessoal dos estudantes. Os microdados do Encceja 2014 abrangem, portanto, três aplicações: Encceja Nacional Regular – exame aplicado no Brasil a jovens sem restrição de liberdade; Encceja Exterior Regular – aplicado no exterior a jovens sem restrição de liberdade; e Encceja Nacional PPL – exame aplicado no Brasil a pessoas privadas de liberdade e jovens sob medidas socioeducativas

    Encceja 2015 e 2016 – Nessas edições, as provas e o questionário socioeconômico foram aplicados apenas no exterior. Os microdados contemplam a aplicação do Encceja Exterior Regular. Não foram consideradas as informações dos participantes enquadrados na categoria PPL.

    Encceja – Criado em 2002, o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos é voltado para a verificação e o reconhecimento das aprendizagens de jovens e adultos brasileiros, em níveis correspondentes à conclusão do ensino fundamental e médio, residentes no Brasil e no exterior.

    A política de certificação em outros países visa apoiar os emigrantes com dificuldades de acesso a outros sistemas educacionais ou na legalização de seus diplomas no Brasil. Os objetivos principais são construir uma referência nacional para jovens e adultos por meio de avaliação de competências, habilidades e saberes adquiridos em processo escolar ou extraescolar; estruturar uma avaliação direcionada a jovens e adultos que sirva às secretarias de educação, a fim de estabelecer o processo de certificação dos participantes, em nível de conclusão do ensino fundamental, por meio da utilização dos resultados do exame, de acordo com a legislação vigente; oferecer uma avaliação para fins de correção do fluxo escolar; construir, consolidar e divulgar seus resultados para serem utilizados na melhoria da qualidade na oferta da Educação de Jovens e Adultos e no processo de certificação; possibilitar a constituição de parâmetros para autoavaliação do participante, com vistas à continuidade de sua formação e à sua inserção no mundo do trabalho; e possibilitar o desenvolvimento de estudos e indicadores sobre educação brasileira.

    Clique aqui para acessar os microdados referentes às edições de 2014, 2015 e 2016 do Encceja.

    Assessoria de Comunicação Social

     

  • Publicações - Divulgação

Fim do conteúdo da página