Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Curso emite certificados para educadores de todas as regiões

    Em junho, 14.747 educadores das 27 unidades da Federação receberão certificados de extensão da Universidade de Brasília (UnB). Eles foram aprovados no curso Prevenção do Uso de Drogas, realizado pelo Ministério da Educação e pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), em parceria com a UnB.

    Participaram da formação professores, coordenadores e gestores de escolas públicas do sexto ao nono ano do ensino fundamental e do ensino médio. O curso, a distância e com apoio de tutores da universidade, aconteceu de 17 de agosto a 31 de dezembro de 2009, com duração de 120 horas.

    Conforme dados do Programa de Estudos e Atenção às Dependências Químicas (Prodequi) do Instituto de Psicologia da UnB, dos 25.014 educadores que ingressaram no curso, 14.747 concluíram a formação com êxito, o que representa 59%. Para obter o certificado, os profissionais precisaram cumprir várias tarefas, entre elas, criar nas escolas onde trabalham um núcleo de prevenção do uso de drogas e apresentar o projeto para a UnB.

    Mapa
    – Os 14.747 educadores que serão certificados se distribuem entre as cinco regiões do país. Na região Sul eles somam 5.929, no Sudeste, 5.054, no Nordeste,2.200, no Centro-Oeste, 944 e no Norte, 438. Outros 182 educadores que serão certificados são de escolas indígenas, especiais e quilombolas.

    Com esse curso, o MEC e a Senad atendem os objetivos de formar educadores capazes de desenvolver programas de prevenção do uso de drogas, detectar comportamentos de risco na escola, abordar adequadamente crianças e adolescentes e encaminhar alunos e familiares para a rede de serviços existente no município.

    Trajetória
    – Em 2004, o Ministério da Educação e a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, vinculada ao Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, criaram um projeto-piloto de formação de professores na temática da prevenção do uso de drogas nas escolas públicas. O piloto teve a participação de 5 mil educadores de todas as regiões do país; em 2006, a formação atendeu 20 mil educadores, e em 2009 abriu 25 mil vagas. Desde 2004, o curso é feito em parceria com a UnB.

    Ionice Lorenzoni

Fim do conteúdo da página