Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Cresce a procura por cursos presenciais de licenciatura

    No percurso da década 2000-2010, as matrículas em cursos de licenciaturas presenciais tiveram um crescimento expressivo entre os anos de 2003 e 2008, quando passaram da casa de um milhão de ingressos, segundo dados do censo da educação superior coletados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

    Em 2000, o censo registrou 836,1 mil matrículas e, em 2003, esse número alcançou 1,1 milhão. O pico do crescimento aconteceu em 2005, com 1,2 milhão de ingressos na modalidade. Nos anos seguintes, o censo mostra um decréscimo lento, mostrando o ano de 2010 com 928,7 mil ingressos nas licenciaturas em todo o país.

    Entre as cinco regiões, o maior crescimento ocorre no Norte, com quase o dobro das matrículas no período de dez anos. Nessa região, o censo registra 50,5 mil matrículas em 2000 e 97,5 mil em 2010. O Nordeste também apresenta crescimento expressivo na década, passando de 177,8 mil matrículas em 2000 para 237,4 mil em 2010.

    O oposto acontece na região Sul. Das 164,6 mil matrículas realizadas em 2000, a região sofre queda para 131,5 mil em 2010. Apenas o Paraná apresenta crescimento no final da década – de 55,7 mil matrículas (em 2000) para 56,8 mil (2010). O Rio Grande do Sul é o estado com maior redução de matrículas no período, passando de 73,2 mil (em 2000) para 51,8 mil (2010).

    Em 2010, o estado campeão em número de matrículas em licenciaturas presenciais foi São Paulo, com 194 mil ingressos. Considerando o mapa das regiões, o Paraná é destaque no Sul, com 56,8 mil; a Bahia, no Nordeste (48,2 mil); Goiás, no Centro-Oeste (32,6 mil), e o Pará, no Norte (30,2 mil).

    Assessoria de Comunicação Social


    Confira a evolução das licenciaturas presenciais em todo o país


    Leia mais sobre o Censo da Educação Superior
  • Portugal e França vão receber licenciandos para graduação

    A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou dois editais para os Programas de Licenciaturas Internacionais (PLI). As convocações são para cursos em Portugal e na França e as inscrições para ambos os países podem ser feitas até 8 de maio.

    O programa tem como objetivo selecionar projetos de parceria universitária entre cursos de licenciatura brasileiros e universidades parceiras, visando a realização de graduação sanduíche, com dupla diplomação, de estudantes brasileiros. As bolsas são para licenciaturas nas áreas de química, física, matemática, biologia, letras, artes e educação física.

    Para a edição portuguesa do programa a Capes apoiará até 40 projetos, e cada projeto contemplará no mínimo cinco e no máximo sete licenciandos, totalizando até 280 bolsistas. Os cursos serão na modalidade graduação sanduíche, com dupla diplomação. Podem ser selecionados estudantes de cursos de licenciaturas de universidades brasileiras, que deverão permanecer até 24 meses no exterior.

    Na França serão 30 projetos, com até cinco licenciandos em cada, totalizando até 150 bolsistas de graduação sanduíche, também por até 24 meses. As licenciaturas em letras e artes serão oferecidas na Universidade Paris-Sorbonne, e física, química, biologia e matemática serão na Universidade Pierre et Marie Curie.

    Diego Rocha

    Acesse as informações do PLI em Portugal
    Acesse as informações do PLI na França
    http://www.capes.gov.br/editais/abertos/6159-pli-franca
  • Universidade mineira lança vestibular para licenciaturas

    Juiz de Fora (MG) – A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) lançou edital do vestibular para os cursos de licenciatura em enfermagem e licenciatura em computação, na modalidade a distância, pelo Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). Ao todo serão oferecidas 615 vagas, distribuídas em 15 cidades polo onde o Centro de Educação a Distância (Cead) da instituição atua, nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. As inscrições já estão abertas e poderão ser realizadas até as 16 horas do dia 7 de maio.

    Serão 320 vagas para o curso de licenciatura em enfermagem, que será oferecido nos polos de Juiz de Fora, Timóteo e Salinas, em Minas Gerais; de Iguaba Grande, Rio das Ostras e São José do Vale do Rio Preto, no Rio de Janeiro, além de Vitória, no Espírito Santo, e Santos, em São Paulo. As demais 295 vagas serão para o curso de Licenciatura em Computação, distribuídas entre os polos de Araxá, Barroso, Bicas, Cataguases, Ilicínea, Juiz de Fora, Salinas, Santa Rita de Caldas, Sete Lagoas e Timóteo, todos em Minas Gerais.

    Para se inscrever, o interessado deve ter concluído o ensino médio, no caso da licenciatura em computação. Para o curso de licenciatura em enfermagem, o candidato deve ser bacharel em enfermagem. A inscrição deve ser feita pela página da UFJF, com o preenchimento da ficha de inscrição e o pagamento do boleto bancário no valor de R$50,00. As provas serão realizadas no dia 23 de maio no polo que oferece o curso para o qual o candidato se inscreveu. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (32) 2102-3487 ou 3488, ramal 24.

    Assessoria de Comunicação Social da UFJF

    Confira o edital do vestibular.
Fim do conteúdo da página