Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Curso a distância beneficia pescadores de todo o país

    Nesta terça-feira, 14, o Instituto Federal do Paraná (IFPR) lança, em Curitiba, cursos técnicos em pesca e aquicultura, que serão ministrados a distância em 26 estados do país. A iniciativa é uma parceria com o Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA). O evento também marca o início do período de inscrições para os cursos, em que serão ofertadas duas mil vagas para pescadores e aquicultores.

    Os cursos serão ministrados a distância, nos polos de apoio presenciais localizados em 50 telecentros Maré. É a primeira vez que um curso técnico vai abranger pescadores em todos os estados brasileiros.

    O potencial do Brasil na área de pesca e aquicultura é um dos fatores determinantes para o desenvolvimento de políticas públicas na área. O país tem uma costa com 8,4 mil quilômetros e aproximadamente 5,5 milhões de hectares de lâmina de águas continentais, como rios lagos, lagoas e açudes. Embora desfrute de um território extenso, o Brasil produz apenas um milhão de toneladas de peixe por ano. Comparativamente, a China, que tem uma costa menor que a brasileira, produz 55 milhões de toneladas de peixe anualmente. O projeto traz a geração de emprego e renda, aliada à preservação ambiental e melhoria da qualidade de vida das comunidades pesqueiras.

    De acordo com o diretor-geral de educação a distância do IFPR, professor José Carlos Ciccarino, a experiência, além de inédita, é um grande desafio. “Nós estamos criando uma metodologia própria porque temos um público e uma situação muito específicas”, diz. Ciccarino destaca que a equipe de professores foi treinada e capacitada para trabalhar com o público-alvo e com a tecnologia envolvida. Para os próximos anos, a equipe já discute a criação do curso de tecnólogo em pesca e aquicultura.

    Os cursos
    - As teleaulas são ministradas nos estúdios do EAD/IFPR em Curitiba por um professor conferencista e são difundidas, via satélite, para 26 estados brasileiros. Um professor web auxilia o conferencista e, durante as aulas, responde a dúvidas e questionamentos dos alunos. Além disso, ainda existe a figura do tutor presencial, que faz a interação aluno-professor. Ele fica no polo de apoio presencial (Telecentro Maré) durante todo o tempo da teleaula, dando orientação aos alunos e repassando as dúvidas para o professor web, além de oferecer apoio extra-aula. Parte da carga horária do educando será destinada à prática profissional.

    Os cursos têm duração de dois anos e serão ofertados dentro do Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação Jovens e Adultos (Proeja). No final do curso, o estudante terá concluído o ensino médio e o curso técnico. Os certificados serão emitidos pelo Instituto Federal do Paraná. Neste primeiro módulo as aulas serão ministradas às segundas-feiras.

    O lançamento dos cursos será no Campus Curitiba do IFPR, Rua Alcides Vieira Arcoverde, 1225, Jardim das Américas, às 9h. Participam do evento o ministro da Pesca e Aquicultura, Altemir Gregolin, e o coordenador da política de pesca do Ministério da Educação, Edmar Moraes.

    Mais informações pelos telefones 0800-643-0007 e (41) 3535-1643 ou na página eletrônica www.ead.ifpr.edu.br.

    Assessoria de Imprensa da Setec

Fim do conteúdo da página