Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Aberto cadastro de habilitação para Exame Nacional de Desempenho

    Começou na manhã desta terça-feira, 14 de agosto, o cadastro dos estudantes concluintes habilitados ao Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2018. Também foi aberto o período para solicitação de atendimento específico e especializado. As duas etapas são responsabilidade do estudante e foram introduzidas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na edição passada do Exame. Este ano, serão avaliados estudantes dos cursos que conferem diploma de bacharel em 14 áreas, além de 13 áreas que conferem diploma de tecnólogo.

    O cadastro deve ser feito até 23h59 (Horário de Brasília) de 21 de novembro, pelo Sistema Enade ou pelo Aplicativo do Enade, já disponível na Google Play e, em breve, na Apple Store. Só podem se cadastrar os estudantes previamente inscritos pelos coordenadores de curso. Para realizar o cadastro é necessário selecionar a opção “Primeiro Acesso” e criar login e senha. O Inep solicita o número de CPF, além de telefone e e-mail válidos.

    O estudante habilitado que não identificar sua inscrição no Sistema Enade deverá solicitar esclarecimentos e providências diretamente com o coordenador de curso, que terá até 31 de agosto para retificar as inscrições. Também é responsabilidade do estudante verificar se o cadastro foi concluído com sucesso, para garantir que possa responder ao Questionário do Estudante e participar da prova em 25 de novembro.

    Atendimentos – A Política de Acessibilidade do Inep garante atendimento especializado, específico e por nome social aos estudantes que requererem e comprovarem sua necessidade. O prazo para solicitar atendimento específico e especializado vai de 14 de agosto a 3 de setembro, por meio do Sistema Enade. É necessário informar a condição que motiva a solicitação de atendimento e ter documentos comprobatórios. A solicitação de atendimento por nome social é posterior, de 4 a 10 de setembro.É oferecido atendimento especializado para pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo e/ou discalculia.

    O atendimento específico é direcionado a gestantes, lactantes, idosos ou pessoa com outra condição específica.O estudante também precisa informar se precisa de algum auxílio de acessibilidade para fazer o Exame, como prova em Braille, prova com letra ampliada (fonte de tamanho 18 e com figuras ampliadas), prova com letra superampliada (fonte de tamanho 24 e com figuras ampliadas), tradutor-intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras), guia intérprete para pessoa com surdocegueira, auxílio para leitura, auxílio para transcrição, leitura labial, tempo adicional, sala de fácil acesso e mobiliário acessível.

    Cursos avaliados – Em 2018, o Enade vai avaliar os estudantes dos cursos que conferem diploma de bacharel nas áreas de: Administração, Administração Pública, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comunicação Social - Jornalismo, Comunicação Social - Publicidade e Propaganda, Design, Direito, Psicologia, Relações Internacionais, Secretariado Executivo, Serviço Social, Teologia e Turismo. Também serão avaliados os cursos que conferem diploma de tecnólogo nas áreas de: Tecnologia em Comércio Exterior, Tecnologia em Design de Interiores, Tecnologia em Design de Moda, Tecnologia em Design Gráfico, Tecnologia em Gastronomia, Tecnologia em Gestão Comercial, Tecnologia em Gestão da Qualidade, Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, Tecnologia em Gestão Financeira, Tecnologia em Gestão Pública, Tecnologia em Logística, Tecnologia em Marketing e Tecnologia em Processos Gerenciais.

    Enade – O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes é componente curricular obrigatório dos cursos de graduação e é composto por dois instrumentos: uma prova para avaliação de desempenho dos estudantes e um Questionário do Estudante. De acordo com a legislação, devem ser inscritos no Exame os estudantes ingressantes e concluintes dos cursos de graduação avaliados na edição. No histórico escolar do estudante ficará registrada a situação de regularidade em relação ao Enade.

    Cliqueaqui para acessar o Sistema Enade.

    Assessoria de Comunicação Social

  • Atendimento especial está garantido a 60,5 mil inscritos

    Dos 5,3 milhões de candidatos que farão este ano o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), 60,5 mil pediram, ao fazer a inscrição, atendimento especial nos dias de prova. O Ministério da Educação providenciou locais apropriados e condições requeridas para que todos façam as provas no sábado, 22, e no domingo, 23.

    Os 33.328 inscritos no Enem que guardam o sábado devem chegar aos locais das provas no mesmo horário dos demais candidatos — entre 12 e 13 horas (de Brasília). Eles serão encaminhados, pelos aplicadores, a salas separadas, nas quais vão aguardar o início das provas. Não poderão levar nem consultar livros, apostilas, computadores, telefones celulares ou qualquer material de estudo.

    Para os sabatistas, a prova de sábado, 22, começa após o por do sol, que de acordo com algumas religiões é o horário que encerra a guarda desse dia. A partir desse horário, o candidato terá o mesmo prazo de 4h30 dos demais. No domingo, 23, os sabatistas farão as provas no mesmo horário dos outros candidatos.

    Imprevistos — Em casos ocorridos depois do período de inscrição, tais como acidente que resulte em fratura de mão ou braço, descoberta de doença contagiosa ou problema de visão, entre outros, o candidato deve comparecer ao local de prova com o cartão do estudante, procurar o coordenador de aplicação do estabelecimento e informar o ocorrido. O coordenador estará preparado para dar solução ao caso. Se for doença contagiosa, o candidato fará a prova em sala separada.

    Horário — As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão aplicadas, tanto no sábado quanto no domingo, às 13 horas (de Brasília). A abertura dos portões ocorrerá às 12 horas e o fechamento, às 13. O Ministério da Educação recomenda a todos os participantes que cheguem ao local de realização das provas até as 12 horas (de Brasília).

    Provas — No primeiro dia, serão aplicadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias. O candidato terá 4h30 para concluí-las. No segundo dia, o exame abrangerá linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, com tempo de 5h30 para conclusão.

    Assessoria de Comunicação Social

    Outras notícias sobre o Enem

    Confira o edital


  • Atendimento especializado deve ser solicitado durante inscrição


    A política de acessibilidade e Inclusão do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia vinculada ao MEC, garante atendimento especializado, específico e por nome social no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para ter direito ao benefício, é preciso fazer a solicitação durante a inscrição e comprovar a necessidade. Qualquer alteração também está restrita a esse período, que termina em 18 de maio. Apenas para o uso do nome social, o pedido pode ser feito em prazo posterior: entre 28 de maio e 3 de junho.

    Participantes que tiverem as solicitações de atendimento especializado e específico reprovadas serão comunicados por e-mail e/ou pelo celular cadastrados durante a inscrição e terão um prazo de cinco dias úteis para enviar novo documento pela Página do Participante, disponível no portal do Inep. Caso o segundo documento enviado não esteja de acordo com as regras do edital, o participante não receberá o atendimento solicitado e ficará sem direito aos recursos e auxílios de acessibilidade.

    ATENDIMENTO ESPECIALIZADO

    Tipos – Baixa visão, cegueira, deficiência auditiva, deficiência física, deficiência intelectual (mental), déficit de atenção, discalculia, dislexia, surdez, surdocegueira e visão monocular.

    Recursos e auxílios de acessibilidade – Prova em braile, tradutor-intérprete de língua brasileira de sinais (libras), videoprova em libras (vídeo com a tradução de itens), prova com letra ampliada (fonte 18 e figuras ampliadas), prova com letra superampliada (fonte 24 e com figuras ampliadas), guia-intérprete para pessoa com surdocegueira, ledor, transcritor, leitura labial, tempo adicional, sala de fácil acesso e/ou mobiliário acessível.

    O tempo adicional de 60 minutos em cada dia de aplicação só será oferecido ao participante que fizer a solicitação desse recurso durante a inscrição e que tiver o documento ou a declaração/parecer aprovado.

    O candidato que solicitar atendimento especializado para cegueira, surdocegueira, baixa visão e/ou visão monocular poderá utilizar material próprio, como máquina Perkins, reglete, punção, sorobã ou cubaritmo, caneta de ponta grossa, assinador, régua, óculos especiais, lupa, telelupa, luminária e tábuas de apoio. O material será vistoriado pelo aplicador.

    Exigências - Quem solicitar atendimento especializado deve ter um documento legível que comprove a condição, contendo o nome completo do participante; diagnóstico com a descrição da condição que motivou a solicitação e o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10); assinatura e identificação do profissional competente, com respectivo registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), registro do Ministério da Saúde (RMS) ou registro de órgão competente. O documento deve estar no formato PDF, PNG ou JPG e ter até 2MB. Quem solicitou atendimento especializado em edições anteriores e teve o pedido aprovado não precisa enviar outro laudo se a solicitação atual for para o mesmo atendimento.

    O participante com transtorno global do desenvolvimento (dislexia, discalculia e déficit de atenção) poderá apresentar declaração ou parecer, com seu nome completo, emitida e assinada por entidade ou profissional habilitado, na área da saúde ou similar, com a descrição do transtorno, a identificação da entidade e do profissional declarante.

    ATENDIMENTO ESPECÍFICO

    Tipos – Gestante, idoso, lactante, estudante em classe hospitalar, outra situação específica.

    Recursos e auxílios de acessibilidade –  Sala de fácil acesso, mesa e cadeira sem braços, apoio para perna e pés.

    Exigências – A candidata lactante que necessitar amamentar a criança durante a realização das provas e solicitar atendimento específico no ato da inscrição deverá, obrigatoriamente, levar um acompanhante adulto, que ficará em sala reservada e será responsável pela criança enquanto a candidata estiver em sala de provas.

    O participante em situação de classe hospitalar – aquele cujo processo formal de escolarização ocorre no interior de instituição hospitalar ou afim, na condição de estudante internado para tratamento de saúde – deve apresentar, durante a inscrição, declaração do hospital, informando a disponibilidade de instalações adequadas para a aplicação do exame. A declaração precisa conter o nome completo do participante internado e o seu CPF; o diagnóstico, com a descrição da condição que motivou a solicitação; o nome e o endereço completo do hospital, com UF, município, bairro, logradouro e CEP; a assinatura e a identificação do médico e/ou profissional especializado responsável. O documento deve estar no formato PDF, PNG ou JPG e ter até 2MB.

    Clique aqui para acessar a Página do Participante.

    Assessoria de Comunicação Social

     

Fim do conteúdo da página