Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Teste com lacre eletrônico no exame vai reforçar segurança

    Pela primeira vez, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em caráter experimental, terá lacres eletrônicos nos malotes a serem enviados aos locais de provas de todo o país. A empresa licitada vai fornecer 20 mil lacres. Os primeiros 10 mil serão testados no exame deste fim de semana, dias 3 e 4 de novembro, em parte dos 48.341 malotes de provas.

    O pregão eletrônico para convocação de empresas interessadas no fornecimento dos lacres foi divulgado em setembro último. O valor total do contrato é de R$ 3,74 milhões, com vigência até setembro de 2013. Nesse período, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão do Ministério da Educação responsável pela realização do Enem, pode usar os lacres eletrônicos para diversas avaliações — cada dispositivo pode ser empregado até seis vezes. Eles fazem parte dos itens de segurança previstos, destinados a dar mais tranquilidade aos participantes.

    Os lacres garantem o acompanhamento dos horários de abertura e fechamento dos malotes de prova, desde que saem da gráfica até o retorno com as provas preenchidas.

    O Extrato de Contrato nº 40/2012 foi publicado no Diário Oficialda União desta quarta-feira, 31, seção 3, página 68.

    Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep

Fim do conteúdo da página