Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Sisutec oferece 291 mil vagas em cursos técnicos e abre inscrições de 17 a 21 de março

    A primeira edição de 2014 do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) ofertará 291.338 vagas em cursos técnicos subsequentes, para candidatos que já concluíram o ensino médio. Os cursos são gratuitos e têm início previsto para o período de 14 de abril a 12 de maio.

    Na primeira edição do Sisutec, realizada no segundo semestre de 2013, foram ofertadas 239.792 vagas. O aumento de 51.546 vagas do ano passado para este ano representa um crescimento de 21%.

    O ministro da Educação, Henrique Paim, apresentou os dados em coletiva à imprensa nesta quinta-feira, 13, em Brasília. Segundo ele, a oferta de vagas desta edição do Sisutec é expressiva. Nesta edição, todos os estados brasileiros estão ofertando cursos. “O Sisutec se insere nessa estratégia de oferecer o máximo de oportunidades para o jovem brasileiro”, ressaltou o ministro. “O Sisutec estimula as instituições, principalmente as privadas, a ampliarem a oferta”, completou.

    A página do Sisutec na internet já está disponível para consulta. As inscrições poderão ser feitas on-line, de 17 a 21 de março. As vagas para os cursos serão ocupadas, prioritariamente, por estudantes que tenham cursado o ensino médio completo em escolas da rede pública ou, se em instituições privadas, na condição de bolsista integral. O aluno também deverá ter se submetido à edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) referente ao ano de 2013, e cumulativamente ter obtido nota acima de zero na prova de redação.

    A divulgação dos resultados, em primeira chamada, está prevista para o dia 25 de março, e a segunda chamada para o dia 1º de abril. Após a realização das duas chamadas, todos aqueles que tenham concluído o ensino médio poderão se candidatar às vagas remanescentes.

    A oferta de cursos do Sisutec é feita em instituições públicas e privadas.O Pronatec já ofertou mais de 6 milhões de matrículas, sendo 1,7 milhão em cursos técnicos e 4,3 milhões em cursos de qualificação profissional.

    Assessoria de Comunicação Social

    Acesse a página do Sisutec

    Veja a apresentação do ministro

    Ouça a exposição do ministro

  • Sisutec oferece mais de 14 mil vagas no curso de enfermagem

    Mais de 20 tipos de cursos técnicos na área de saúde estão com vagas abertas no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Para saber quais cursos existem na cidade ou região onde reside, o candidato deve consultar a página eletrônica do sistema. A inscrição pode ser feita até a próxima segunda-feira, 12.

    Na modalidade que trata da saúde, a enfermagem, que tem 203 cursos no sistema, é o tipo de formação com maior número de vagas – são 14,2 mil, com distribuição em diversas unidades da Federação. A área da saúde também contempla formação em análises clínicas, que tem 49 cursos; farmácia (52), citopatologia (4), órteses e próteses (23), radiologia (89), nutrição e dietética (41), prótese dentária (9), hemoterapia (14), reabilitação de dependentes químicos (45), cuidados de idosos (64), entre outros.

    O Centro de Aprendizagem e Integração de Cursos (Caic), no município de Vitória da Conquista, na Bahia, por exemplo, oferece 720 vagas em cinco tipos de cursos técnicos sobre saúde, todos com vagas em turnos da manhã, tarde e noite: análises clínicas, com 160 vagas, enfermagem (160 vagas), farmácia (120), nutrição e dietética (120), radiologia (160).

    O Centro Universitário de Votuporanga, na cidade de Votuporanga, em São Paulo, abriu 400 vagas, todas no turno da noite, em cinco cursos: análises clínicas com 80 vagas, enfermagem (80), farmácia (80), radiologia (80) e estética (80). Em Florianópolis, a Escola Técnica Geração tem 160 vagas para três cursos: enfermagem, 80 vagas, sendo 40 pela manhã e 40 à noite; nutrição e dietética, 40 vagas, vespertino; radiologia, 40 vagas pela manhã e 40 à noite.

    No interior – Cursos sobre saúde também estão presentes em municípios pequenos e médios e regiões metropolitanas. Em Aparecida de Goiânia, em Goiás, o Senac Jaime Câmara tem 25 vagas para curso técnico de enfermagem, matutino; O Senac Mossoró, em Mossoró (RN), tem 30 vagas para enfermagem, turno da manhã; a unidade Centec do Instituto Educacional de Contagem, em Contagem (MG), tem 35 vagas no curso de análises clínicas e 35 vagas para técnico em farmácia, ambos no turno da noite; em Marabá, no Pará, o Centro Técnico Profissionalizante abriu 40 vagas para curso de enfermagem, noturno; o Colégio Agrícola de Bom Jesus, da Universidade Federal do Piauí, tem 80 vagas para enfermagem, turno da noite, na cidade de Bom Jesus; o Senac Guarapuava, em Guarapuava (PR), tem 40 vagas para enfermagem, noturno.

    Inscrição- Podem concorrer a vagas pelo Sisutec os candidatos que tenham concluído o ensino médio, feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2012 e que tenham obtido nota acima de zero na redação. Nesta edição, o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica oferece 239,7 mil vagas em 117 tipos de cursos distribuídos em 586 instituições de ensino públicas e privadas, nas cinco regiões do país.

    Para verificar quais cursos estão disponíveis na localidade onde reside, turnos, número de vagas, o candidato deve acessar a página eletrônica do Sisutec.

    Ionice Lorenzoni

    Leia outras notícias sobre o Sisutec
  • Sisutec oferece vagas em saúde e atendimento especializado

    Com inscrições abertas até 20 de agosto, o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) oferece vagas em diversos cursos na área de saúde e atendimento especializado, nas cinco regiões do país. No segmento de saúde, há vagas para cursos de técnico em gerência de saúde, análises clínicas, enfermagem e saúde bucal, entre outras opções.

    Na área de atendimento, estão disponíveis vagas para o curso técnico em reabilitação de dependentes químicos, que prepara o profissional para atuar em situações emergenciais, intervenções em casos de intoxicações, abstinência e seus desdobramentos. As possibilidades de trabalho são encontradas em centros de atenção psicossocial, serviços de referência em saúde mental, unidades básicas de saúde e comunidades terapêuticas.

    Já a formação de técnico em cuidados de idoso capacita o estudante para cuidar de idosos nos aspectos físico, mental, cultural e social. O profissional trabalha com idosos independentes ou dependentes, acamados ou não, em domicílios, clínicas, hospitais geriátricos ou instituições de longa permanência. Acompanha o idoso em atividades de rotina e auxilia nos cuidados de higiene. Também estimula atividades de lazer e ocupacionais, além de contribuir para a autonomia do idoso e para a melhoria de sua qualidade de vida.

    Certificado – Nesta etapa, para participar basta ter o certificado do ensino médio, e não é necessário ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Cada vaga é ocupada por ordem de inscrição; depois de inscrito, o aluno tem dois dias para fazer a matrícula na escola onde vai fazer o curso técnico; o candidato que não fizer a matrícula perde a vaga. Essa vaga retorna para o sistema.

    Portanto, o estudante que pretende fazer um curso técnico deve se manter atento e consultar o sistema durante todo o processo de seleção.

    Catálogo – Para orientar os estudantes sobre os cursos técnicos – os conteúdos que serão estudados, o tempo de duração, estágio, campo de trabalho, entre outras informações – o MEC criou o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos. O estudante deve abrir o catálogo e conhecer o curso antes de fazer a inscrição. As inscrições devem ser feitas na página do Sisutec na internet.

    Assessoria de Comunicação Social

  • Sisutec recebe mais de 737 mil inscrições. Na quarta sai o resultado

    O Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) do Ministério da Educação recebeu 737.229 inscrições de 383.080 candidatos. A primeira edição da seleção ofereceu 239.792 vagas gratuitas em cursos técnicos para quem já concluiu o ensino médio.

    O Nordeste, que oferecia 28% das vagas, foi a região com maior percentual de inscritos, atingindo 41%. O Sudeste, que tinha 46% das vagas, contabilizou 30% dos inscritos. A região Norte teve apenas 8% do total de inscritos, mas contava com apenas 3% das vagas ofertadas. Sul e Centro-Oeste, que ofereciam 12% das vagas cada, tiveram 14% e 7% das inscrições, respectivamente.

    Para participar do Sisutec, os candidatos precisavam ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2012. O programa, que reserva 85% das vagas para estudantes vindos da escola pública, registrou 523.448 inscrições nesta modalidade, enquanto 60.308 inscrições foram para as cotas, obrigatória nos institutos federais de educação profissional e tecnológica. Outros 153.473 candidatos optaram pelas vagas para ampla concorrência.

    Os cursos mais procurados foram os de técnico em segurança do trabalho, com 89.656 inscrições; técnico em informática, 71.850, e técnico em enfermagem, 63.976. A maior parte do total de inscrições, 57%, foi feita por candidatos do sexo feminino e os cursos noturnos foram a preferência.

    Os resultados dos selecionados em primeira chamada serão divulgados nesta quarta-feira, 14, na página do Sisutec. As matrículas devem ser feitas nos dias 15e 16de agosto junto às instituições que oferecem as vagas. Na próxima segunda-feira, 19, será divulgado o resultado da segunda chamada e as matrículas serão no dia 20.

    As vagas restantes depois das duas chamadas poderão ser ocupadas por meio do Pronatec a partir do dia 22e as vagas serão preenchidas online. O início das aulas está marcado para acontecer entre 22de agosto e 21de outubro.

    Assessoria de Comunicação Social

    Ouça o ministro Mercadante

    Leia outras notícias sobre o Sisutec
  • Sisutec registra 900.017 inscrições; prazo vai até as 23h59 desta sexta-feira

    De acordo com o balanço das 12h desta sexta-feira, 21, o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) já registrou 900.017 inscrições. O prazo para que os candidatos se inscrevam, exclusivamente on-line, encerra-se nesta sexta, às 23h59.

    O estado do Rio de Janeiro lidera as inscrições com 99.893, seguido de Minas Gerais com 87.789. A Bahia registra 78.459 inscrições.

    A primeira edição de 2014 do Sisutec oferece 293.738 vagas em cursos técnicos subsequentes, para pretendentes que já concluíram o ensino médio. Os cursos são gratuitos e têm início previsto para o período de 14 de abril a 12 de maio.

    As vagas para os cursos serão ocupadas, prioritariamente, por estudantes que tenham cursado o ensino médio completo em escolas da rede pública ou, se em instituições privadas, na condição de bolsista integral. O aluno também deverá ter se submetido à edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) referente a 2013 e, cumulativamente, ter obtido nota acima de zero na prova de redação.

    A divulgação dos resultados, em primeira chamada, está prevista para a próxima terça-feira, 25, e a segunda chamada para 1º de abril. Após a realização das duas chamadas, todos aqueles que tenham concluído o ensino médio poderão se candidatar às vagas remanescentes.

    A oferta de cursos do Sisutec é feita em instituições públicas e privadas. O Pronatec já ofertou mais de 6 milhões de matrículas, sendo 1,7 milhão em cursos técnicos e 4,3 milhões em cursos de qualificação profissional.

    Acesse a páginado Sisutec

    Assessoria de Comunicação Social
  • Sisutec registra mais de 200 mil candidatos até as 10h do terceiro dia de inscrições

    O Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) registrou 200,8 mil candidatos até as 10h desta quarta-feira, 23. Os candidatos têm até sexta-feira, 25, para fazer a inscrição, pela internet.

    Nesta segunda edição em 2014, a oferta é de 289.341 vagas em cursos técnicos, distribuídas em 466 municípios das 27 unidades da Federação.

    No momento da inscrição, o candidato pode fazer até duas opções de curso. As vagas serão preenchidas prioritariamente por pessoas que tenham cursado o ensino médio completo em escolas da rede pública ou em instituições particulares, na condição de bolsistas integrais. Além disso, os candidatos devem ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e obtido nota na redação que não seja zero.

    Por meio do Sisutec, sistema informatizado do Ministério da Educação, instituições públicas e particulares de educação superior e de educação profissional e tecnológica oferecem vagas gratuitas em cursos técnicos na forma subsequente. Criado em 2013, o sistema integra o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que até julho deste ano registrou 7,6 milhões de matrículas em todo o país.

    A relação dos aprovados na primeira chamada será divulgada no dia 29 próximo.

    A inscrição para a terceira edição do Sisutec deve ser feita na página do sistema na internet. O candidato deve informar o número da inscrição e a senha usados no Enem de 2013.

    Assessoria de Comunicação Social

    Leia também:

    Santa Catarina tem vagas em logística, aviação e área têxtil

    Mato Grosso do Sul tem 99 cursos e mais de 5,6 mil vagas

    Área de saúde tem oferta de 21 cursos técnicos pelo Sisutec

    Técnico em logística é o curso com maior oferta de vagas

  • Sisutec tem mais de 260 mil candidatos; prazo para inscrições termina nesta sexta

    A segunda edição de 2014 do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) registrou 260,6 mil inscritos até o meio-dia desta quinta-feira, 24. Como cada candidato pode escolher duas opções de curso, até o momento foram feitas 498,4 mil inscrições. O prazo para as inscrições termina às 23h59 desta sexta-feira, 25.

    Nesta edição do Sisutec são ofertadas 289.341 vagas em cursos técnicos e gratuitos em instituições públicas e particulares e nos serviços nacionais de aprendizagem (sistema S), distribuídas em 466 municípios das 27 unidades da Federação.

    As vagas serão preenchidas prioritariamente por pessoas que tenham cursado o ensino médio completo em escolas da rede pública ou, em instituições particulares, na condição de bolsistas integrais. Além disso, os candidatos devem ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e obtido nota na redação que não seja zero.

    Por meio do Sisutec, sistema informatizado do Ministério da Educação, instituições públicas e particulares de educação superior e de educação profissional e tecnológica oferecem vagas gratuitas em cursos técnicos na forma subsequente. Criado em 2013, o sistema integra o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que até julho deste ano registrou 7,6 milhões de matrículas em todo o país.

    Assessoria de Comunicação Social

    Acesse a página do Sisutec


  • Sisutec ultrapassa 345 mil inscritos; inscrições terminam às 23h59

    O número de candidatos a vagas em cursos técnicos oferecidas pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) alcançou 345 mil neste domingo, 27, último dia para as inscrições. Às 10h, o sistema registrava 345.101 inscritos. Os candidatos têm até as 23h59 para fazer a inscrição pela internet, com a possibilidade de fazer até duas opções de curso.

    Esta segunda edição de 2014 do Sisutec oferece 289.341 vagas em cursos técnicos e gratuitos em instituições públicas e particulares e nos serviços nacionais de aprendizagem (sistema S), distribuídas em 466 municípios em todas as unidades da Federação.

    Os candidatos devem ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e obtido nota na redação que não seja zero.

    Por meio do Sisutec, sistema informatizado do Ministério da Educação, instituições públicas e particulares de educação superior e de educação profissional e tecnológica oferecem vagas gratuitas em cursos técnicos na forma subsequente.

    Criado em 2013, o sistema integra o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que até julho deste ano registrou 7,6 milhões de matrículas em todo o país. Para conhecer o tipo de formação e os campos de trabalho de cada curso, o candidato a vagas no Sisutec deve consultar o Catálogo de Cursos Técnicos, disponível on-line na página do Pronatec.

    As inscrições, gratuitas, devem ser feitas na página do Sisutec na internet.

    Assessoria de Comunicação Social

  • Técnico em logística é o curso com maior oferta de vagas

    O curso de técnico em logística, que aparece com o maior número de vagas nesta edição do Sistema de Seleção Unificada da Educação Tecnológica (Sisutec), está presente em 25 das 27 unidades da Federação. Apenas escolas e institutos dos estados do Pará e de Tocantins não abriram vagas.

    O mapa do Sisutec traz 491 cursos técnicos em logística espalhados por municípios das cinco regiões e 40.712 vagas. Com 800 horas de duração, o curso prepara o profissional para uma série de atividades nos mais variados campos de trabalho. Na formação, o aluno vai estudar logística, gestão de pessoas, legislação e tributação em logística, estocagem, transporte e custos.

    De acordo com o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos do Ministério da Educação, o profissional qualificado na área pode atuar em procedimentos de transporte, armazenamento e logística. Em uma empresa, pode executar e agendar programas de manutenção de máquinas e equipamentos, compras, recebimento, armazenagem, movimentação, expedição e distribuição de materiais e produtos. No exercício da profissão, o técnico colabora na gestão de estoques e presta atendimento a clientes.

    O campo de trabalho do técnico em logística abrange instituições públicas, particulares e do terceiro setor.

    As inscrições no Sisutec podem ser feitas até sexta-feira, 25, na página eletrônica do sistema. Para concorrer às vagas, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2013 e ter obtido nota na redação que não seja zero. Todos os cursos técnicos desta edição somam 289.341 vagas. As aulas começam em agosto.

    Ionice Lorenzoni

  • Técnico em segurança do trabalho é o curso mais procurado no sistema de seleção unificada

    Com 72.238 inscrições, o curso de técnico em segurança do trabalho foi o mais procurado pelos estudantes que se cadastraram no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Na sequência aparece técnico em logística, com 51.778 inscrições.

    Da região Nordeste saíram mais de 50% dos inscritos: 106.378. Apesar disso, Minas Gerais, no sudeste, foi o estado com maior procura, com 21.928. Bahia e Pernambuco vêm logo atrás, com 21.102 e 20.275, respectivamente. No total, o Sisutec recebeu 211.897 candidatos. Como cada pessoa poderia escolher até dois cursos, o total de inscrições foi de 399.267.

    A partir desta quarta-feira, 8, até a próxima sexta, 10, quem for aprovado terá de fazer a matrícula na instituição escolhida. Os nomes da segunda chamada serão divulgados no dia 14 deste mês. Após a realização das duas chamadas, todos os estudantes que tenham concluído o ensino médio entre 2012 e 2014 podem concorrer às vagas remanescentes, entre 20 de julho e 2 de agosto.

    A edição de 2015 do Sisutec oferece 83.641 vagas em 515 municípios de todos os estados e no Distrito Federal. Os cursos têm início previsto para o período de 3 a 31 de agosto próximo. São responsáveis pela oferta de cursos os institutos federais de educação, ciência e tecnologia, as redes públicas estaduais, as instituições particulares habilitadas pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e os serviços nacionais de aprendizagem do Sistema S.

    Assessoria de Comunicação Social

    Confira o resultado no Portal do Sisutec

  • Técnico em segurança do trabalho é o curso mais procurado no Sisutec

    De acordo com balanço das 21h desta terça-feira, 18, os cursos mais procurados pelos concorrentes a uma vaga no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) foram: técnico em segurança do trabalho, com 59.625 inscrições; técnico em logística, com 49.386 inscrições; técnico em enfermagem, com 36.320 inscrições; técnico em informática, com 27.726, e por fim, técnico em edificações – 24.133

    O Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) também registrou 455.470 inscrições. O prazo para que os candidatos se inscrevam, exclusivamente, on-line vai até 21 de março.

    A primeira edição de 2014 do Sisutec oferece 291.338 vagas em cursos técnicos subsequentes, para pretendentes que já concluíram o ensino médio. Os cursos são gratuitos e têm início previsto para o período de 14 de abril a 12 de maio.

    As vagas para os cursos serão ocupadas, prioritariamente, por estudantes que tenham cursado o ensino médio completo em escolas da rede pública ou, se em instituições privadas, na condição de bolsista integral. O aluno também deverá ter se submetido à edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) referente a 2013 e, cumulativamente, ter obtido nota acima de zero na prova de redação.

    A divulgação dos resultados, em primeira chamada, está prevista para 25 de março, e a segunda chamada para 1º de abril. Após a realização das duas chamadas, todos aqueles que tenham concluído o ensino médio poderão se candidatar às vagas remanescentes.

    A oferta de cursos do Sisutec é feita em instituições públicas e privadas. O Pronatec já ofertou mais de 6 milhões de matrículas, sendo 1,7 milhão em cursos técnicos e 4,3 milhões em cursos de qualificação profissional.

    Acesse a páginado Sisutec

    Assessoria de Comunicação Social

  • Tecnologias da informação têm mais de 23 mil vagas no Sisutec

    Jovens e adultos que tenham interesse em tecnologias da informação podem concorrer a 23,2 mil vagas disponíveis no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). As inscrições estão abertas e podem ser feitas até a próxima segunda-feira, 12. No conjunto, o Sisutec oferece 239,7 mil vagas em 117 tipos de cursos distribuídos em cidades das cinco regiões do país. Para concorrer é preciso ter concluído o ensino médio e feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2012.

     

    Na área das tecnologias da informação, são cinco modalidades de cursos técnicos para escolha dos candidatos: informática (oferecido em localidades de 21 estados), informática para internet (13 estados), manutenção e suporte de informática (18 estados), programação de jogos digitais (9 estados) e técnico em rede de computadores (16 estados). Os cursos têm duração de 800 a 1,2 mil horas. Essa área é o carro-chefe da primeira edição do Sisutec, conforme o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, explicou ao anunciar a abertura das inscrições, na segunda-feira, 5. A segunda área com mais vagas é a da saúde.

     

    Na cidade mineira de Paracatu, que está a 483 quilômetros de Belo Horizonte, por exemplo, estão disponíveis 100 vagas, no turno da noite, no curso técnico em programação de jogos digitais. O mesmo curso também é oferecido em outros oito estados, entre os quais o Ceará, Roraima e Mato Grosso.

     

    Já o município de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, localizado a 324 quilômetros de Campo Grande, tem curso técnico em rede de computadores. O município, com 80,4 mil habitantes, oferece 80 vagas no turno da noite. O curso de informática em rede de computadores está presente em 16 estados, entre eles, Sergipe, Pernambuco e Distrito Federal.

     

    Da mesma forma que cidades pequenas e médias oferecem cursos pelo Sisutec, os grandes centros, capitais e regiões metropolitanas também estão no programa. São Paulo e Minas Gerais são exemplos da oferta de milhares de vagas entre os 117 tipos de cursos.

     

    Mais informações na página do Sisutec na internet.

     

    Ionice Lorenzoni

     

    Leia mais matérias sobre o Sisutec

  • Terceira edição do Sisutec oferece 289,3 mil vagas; inscrições a partir de segunda-feira

    Paim destacou que o jovem brasileiro quer a qualificação profissional: “O Brasil precisa não só de profissionais com educação superior, mas também no nível técnico para todos os setores” (foto: Diego Rocha/MEC)A educação profissional abre 289.341 vagas em cursos técnicos gratuitos para jovens e adultos com ensino médio completo que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2013 e não tenham tirado zero na redação. As inscrições devem ser feitas pela internet a partir de segunda-feira, 21, até sexta-feira, 25, pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).

    Ao anunciar, nesta sexta-feira, 18, a abertura de vagas da terceira edição do Sisutec, o ministro da Educação, Henrique Paim, destacou que os jovens compreendem e consideram importante a qualificação profissional. Segundo Paim, são cursos nos quais o jovem que já concluiu o ensino médio faz uma complementação na formação que lhe permite obter certificado profissional de nível médio. “É muito importante para o país porque o Brasil necessita não só de profissionais com educação superior, mas também no nível técnico para todos os setores, seja de serviços, seja da indústria, seja da agricultura”, disse o ministro.

    As vagas do Sisutec estão distribuídas em 466 municípios das 27 unidades da Federação. Na região Sudeste, o estado de São Paulo oferece o maior número de vagas (79.274), distribuídas em instituições de 75 municípios. Na região Sul, o Rio Grande do Sul, abre 20.527 vagas em 37 cidades. No Nordeste, instituições do Ceará têm 10.343 vagas em quatro municípios. No Centro-Oeste, o Distrito Federal se destaca, com 8,3 mil vagas. No Norte, o Amazonas aparece com 7.615 vagas em três municípios.

    Os cursos desta edição do Sisutec compreendem diversas áreas do conhecimento técnico, com destaque para os setores de saúde, informática e logística. Do conjunto de 289.341 vagas, 85% são destinadas a estudantes que tenham cursado o ensino médio em escola pública ou, na rede particular, como bolsistas integrais.

    Instituições— Aderiram ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), onde o Sisutec está inserido, instituições públicas e particulares, como os institutos federais de educação profissional, científica e tecnológica; escolas técnicas vinculadas às universidades federais; escolas técnicas estaduais e municipais; serviços nacionais de aprendizagem (sistema S); instituições de educação superior particulares e escolas técnicas de nível médio privadas, habilitadas pelo Ministério da Educação.

    Chamadas— A relação dos aprovados na primeira chamada será divulgada no dia 29 próximo. Para garantir a vaga, o candidato deve fazer a matrícula, na instituição em que pretende estudar, no dia 30 próximo e em 1º de agosto. A segunda chamada está prevista para 5 de agosto, com matrícula no período de 6 a 8 do mesmo mês.

    A inscrição para a terceira edição do Sisutec deve ser feita na página do sistema na internet. O candidato deve informar o número da inscrição e a senha usados no Enem de 2013.

    Assessoria de Comunicação Social

    Leia também: Logística é o curso com maior oferta de vagas pelo Sisutec

    Ouça a entrevista do ministro Henrique Paim sobre o Sisutec

    Veja a apresentaçãofeita pelo ministro

  • Universidade do Piauí oferece curso de apicultura no Sisutec

    O curso técnico em apicultura do Colégio Agrícola de Floriano, unidade escolar da Universidade Federal do Piauí (UFPI), registrou nos dois primeiros dias de inscrição no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec), 92 candidatos para 30 vagas. Este é o único curso de apicultura que participa da primeira edição do Sisutec. As inscrições para cursos em 586 instituições de ensino podem ser feitas até a próxima segunda-feira, 12.

     

    Terceiro maior produtor de mel no país, o Piauí tem potencial de crescimento e campo de trabalho para profissionais com formação na área de apicultura, diz o diretor do Colégio Agrícola de Floriano, professor Aroldo Reis. Ele explica que a Chapada das Mangabeiras, território que compreende o sul do Piauí, parte de Pernambuco, o Maranhão e um pedaço do Pará, tem vocação natural para o desenvolvimento nas áreas de apicultura, piscicultura e fruticultura. Neste contexto, o Piauí lidera na produção e processamento de mel, mas é carente em mão de obra qualificada.

     

    Além do potencial, o estado tem um moderno laboratório de análise, transformação, certificação e embalagem de mel para distribuição no país e para exportação.

     

    O Colégio Agrícola de Floriano abre neste semestre uma casa do mel que, segundo o diretor, vai atender duas finalidades – receber e embalar o mel produzido por pequenos produtores e ser espaço de formação de estudantes do curso técnico.

     

    Na avaliação do diretor Aroldo Reis, o isolamento que o estado sofreu durante décadas hoje se constitui um privilégio em áreas de produção como a apicultura. Ele lembra que apicultores de Santa Catarina, que hoje é o quarto produtor nacional, migraram para o Piauí nos últimos dez anos e se instalaram principalmente em Picos, o que também ajudou a expandir a produção. Em 2011, o estado produziu 4,5 mil toneladas de mel. O primeiro lugar é ocupado pelo Rio Grande do Sul e o segundo, pelo Paraná.

     

    De acordo com o agrônomo e professor Laurenilson Chaves Alencar, que fez o projeto do curso técnico do Colégio Agrícola de Floriano, a formação técnica em apicultura terá 1,2 mil horas e mais 240 horas de estágio.


    Inscrição – Podem concorrer a vagas pelo Sisutec candidatos que tenham concluído o ensino médio, feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2012 e que tenham obtido nota acima de zero na redação. Nesta edição, o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica oferece 239,7 mil vagas em 117 tipos de cursos distribuídos em 586 instituições de ensino públicas e privadas, nas cinco regiões do país.

     

    Para saber quais cursos estão disponíveis na localidade onde reside, turnos e número de vagas, o candidato deve acessar a página eletrônica do Sisutec.


    Ionice Lorenzoni

     

    Leia outras notícias sobre o Sisutec

  • Vagas remanescentes terão as inscrições abertas quinta-feira

    Portadores de diploma do ensino médio podem fazer inscrição on-line para cursos de formação técnica a partir desta quinta-feira, 7, até sábado, 9. As vagas, gratuitas, decorrem do cancelamento de matrículas no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional (Sisutec). Pode concorrer o candidato que concluiu o ensino médio, independentemente de ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

    O preenchimento das vagas terá como base a ordem de inscrição. Os selecionados terão dois dias úteis para comparecer à instituição de ensino que oferecer a vaga e confirmar a matrícula. Cabe à instituição estruturar plano de recuperação de conteúdos e atividades, a ser apresentado ao candidato no momento da matrícula.

    As inscrições, como estabelece a Portaria nº 33/2013, da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação, devem ser feitas na página do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) na internet.

    Assessoria de Comunicação Social
Fim do conteúdo da página