Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Programa busca a integração de estudantes de áreas de fronteira

    Integração regional, interculturalidade e bilinguismo são palavras presentes no cotidiano dos estudantes brasileiros dos municípios que aderiram ao Programa Escolas Interculturais de Fronteira (PEIF). Criado em 2005, por uma ação bilateral Brasil-Argentina, o projeto tem como objetivo a integração de estudantes e professores brasileiros com os alunos e professores dos países vizinhos.

    O Programa Escolas Interculturais de Fronteira passa por um processo de expansão, podendo alcançar 327 escolas já pré-selecionadas, localizadas em 36 municípios em área de fronteira, nos estados do Acre, Amazonas, Amapá, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. De acordo com o Censo Escolar 2012, as 17 escolas do PEIF atendiam à época 7.522 estudantes no ensino fundamental. O programa integra a política nacional de educação integral e se desenvolve no âmbito do programa Mais Educação.

    A metodologia adotada é a de ensino por projetos de aprendizagem, em que professores, de ambos os países, realizam o planejamento das aulas juntos e determinam em quais partes do projeto os professores realizarão o intercâmbio. O que se busca não é apenas o ensino de língua estrangeira, mas o ensino em língua estrangeira, criando um ambiente real de bilinguismo para os alunos.

    Seminário– Nos dias 29 e 30 de maio, a cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná, sediará o Seminário Internacional de Regiões de Fronteira: Desafios para a Integração Transfronteiriça. O encontro é organizado pela Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República e tem como objetivo debater o processo de integração da América do Sul, com ênfase no Mercosul.

    O seminário receberá organismos internacionais e especialistas no tema, além de prefeitos dos municípios que integram a faixa de fronteira do Brasil e de cidades fronteiriças dos países da América do Sul, que totalizam 588. Iniciativas de cooperação e experiências no campo das políticas públicas de desenvolvimento regional estão entre os temas a serem debatidos.

    Na ocasião, a Secretaria de Educação Básica (SEB) e a Secretaria de Alfabetização, Educação Continuada, Diversidade e Inclusão (Secadi), do Ministério da Educação, realizarão oficinas voltadas para a educação em áreas de fronteira, além de prestar orientações aos municípios que desejam aderir ao programa. No dia 30, será realizada a Reunião Técnica do PEIF, organizada pela Coordenação-Geral do Ensino Fundamental, da SEB.

    Assessoria de Comunicação Social

Fim do conteúdo da página