Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Programa aborda desafios do professor e projetos inovadores
Início do conteúdo da página
  • Governo selecionará institutos para instalar polos de inovação

    A Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, abriu processo seletivo para a instalação de cinco polos de inovação em institutos federais de educação, ciência e tecnologia. O instituto deve propor projeto de inovação com potencial de desenvolvimento em empresa do setor industrial, com a área de competência definida e que se enquadre nas normas e nos critérios exigidos pelo manual de operação dos polos da Embrapii.

    Cada unidade pode apresentar uma proposta, com plano de ação que contenha a expectativa da captação de projetos de inovação, oportunidades estratégicas de atuação e potencial econômico.

    A chamada pública do processo seletivo contempla duas modalidades de trabalho. A primeira, Polo Embrapii–IF, prevê atuação durante seis anos, sem limite predefinido de financiamento. O investimento econômico será de um terço do valor total do projeto por parte da Embrapii e outro terço das empresas parceiras. A participação dos institutos federais pode ou não ter caráter financeiro. Na segunda modalidade, os polos Embrapii–IF em estruturação terão o período de três anos e limite máximo de financiamento por parte da Embrapii.

    Em ambas as modalidades, os polos de inovação terão liberdade para definir a forma de financiamento do projeto, com base na regra geral de composição. Também devem ser considerados aspectos como risco envolvido, desafio tecnológico e potencial de aplicação da tecnologia.

    Parceria — O secretário de educação profissional e tecnológica do MEC, Aléssio Barros, destaca a importância da parceria entre os institutos federais e a Embrapii para o desenvolvimento do setor industrial do Brasil. “Pela capilaridade no território nacional e pela competência técnica já reconhecida pela sociedade, os institutos federais se apresentam como parceiros estratégicos das indústrias para a realização de projetos e para a formação de técnicos e tecnólogos com a cultura da inovação”, disse.

    Para o diretor de desenvolvimento da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, Oiti José de Paula, a iniciativa será um marco na trajetória dos institutos federais. “Trata-se de um momento histórico para os institutos, que agora podem intensificar a contribuição para o desenvolvimento da economia do país”, afirmou.

    O instituto disposto a participar da seleção deve encaminhar carta de interesse ao endereço eletrônico O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. até o dia 24 próximo. O resultado preliminar da seleção será divulgado em 2 de março de 2015, na página da Embrapii na internet.

    Assessoria de Comunicação Social, com informações da Setec

Fim do conteúdo da página