Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
  • Equipes para WorldSkills 2017 são definidas em competição

    Estudantes de mais de uma dezena de institutos federais e outras escolas disputaram provas de seis modalidades de robótica (Foto: Divulgação) Após três dias de competição chegou ao fim, na noite da quarta-feira, 1º de junho, a primeira edição do Desafio de Tecnologia e Inovação dos Institutos Federais. A equipe do Instituto Federal da Paraíba (IFPB) foi a grande vencedora na categoria Robotino, classificatória para a seletiva Nacional da WorldSkills Competition 2017.

    O evento, realizado nas dependências do Porto Velho Shopping, na cidade de Porto Velho, em Rondônia, reuniu mais de uma dezena de institutos federais, escolas da rede estadual e privadas, em provas de seis modalidades da área de robótica.

    Além da equipe do IFPB, as demais equipes dos institutos federais do Rio de Janeiro (IFRJ), Rio Grande do Norte (IFRN), Tocantins (IFTO) e Rondônia (IFRO) atingiram índice classificatório para representar os institutos federais na seletiva nacional da WorldSkills na área de robótica móvel, em agosto, na cidade de Vila Velha, Espírito Santo.

    Presente à solenidade de encerramento, Uberlando Tiburtino Leite, reitor do IFRO, destacou que a realização do desafio consagra um marco na história da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. “Sempre destaco que a grande missão institucional dos institutos federais é ofertar o ensino, a pesquisa e a extensão para a sociedade, com qualidade e de forma gratuita”, disse ele. “Nestes três dias, pela primeira vez, os institutos federais estiveram reunidos em um evento de robótica. A realização do Desafio Tecnológico aproximou equipes de vários lugares e promoveu o intercâmbio de ideia. Saímos daqui com um resultado expressivo – a atuação em rede dos institutos federais está fortalecida.”

    A equipe do IFPB é formada pelos estudantes Júlio Torquato, do curso técnico integrado em eletrônica, e Eloisa Caratéu, do curso técnico integrado em eletrotécnica. Momentos antes da premiação, ainda sem saber do resultado, Júlio destacava a integração entre as equipes das diferentes instituições, mesmo em uma competição. “Já participei de muitas competições. Mas, sem dúvida, essa foi diferente. Apesar de estarmos em disputa, todos nós trabalhamos em conjunto. As equipes trocaram informações e, mais do que isso, somaram seus conhecimentos. Acredito que todos saímos daqui mais fortalecidos e confiantes para representar os institutos federais na seletiva nacional.”

    Em sua preparação para competições como o Desafio de Tecnologia e Inovação, o time do IFPB recebeu recursos para apoio às equipes para participação em competições de educação profissional. “O interesse e a motivação sempre existiram, mas o apoio da chamada da Setec possibilitou que nossos alunos, por exemplo, recebessem bolsa para participar do projeto. O recurso também foi utilizado para compra de equipamentos”, destaca o professor Cleumar Moreira, orientador da equipe.

    Anúncio – Durante a solenidade de encerramento foi anunciado que o Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (IFMS) será o anfitrião da próxima edição do Desafio de Tecnologia e Inovação dos Institutos Federais.

    O anúncio foi feito pelo reitor da instituição, professor Luiz Simão Staszczak. “Nós apresentamos a candidatura do IFMS na tarde de hoje, e é com muita satisfação que o IFMS e a cidade de Campo Grande receberão vocês”.

    Confira a classificação final das modalidades em disputa

    Assessoria de Comunicação Social, com informações da Setec 

  • Parceria da Capes oferta até R$ 15 mil para solução tecnológica

    Giulliano Fernandes, do Portal MEC

    Em busca de uma solução tecnológica para o sistema de dados que identifica numericamente livros por edição, título, autor, país e editora, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou uma premiação de até R$ 15 mil aos participantes. A iniciativa é uma parceria com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

    A ideia é dar mais rapidez à alimentação dos dados e evitar possíveis falhas. Quem se inscrever deverá propor alguma tecnologia que transfira os conteúdos hoje mantidos no sistema internacional (ISBN) para a chamada Plataforma Sucupira da Capes. Todo material serve de referência para o Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG).

    Prêmio – Para participar do projeto, qualquer pessoa pode se inscrever pelo site do Desafio Iniciativa PPG até 5 de agosto. A divulgação do resultado parcial do desafio será até 2 de setembro e o final até o dia 30 do mesmo mês. O maior prêmio – primeiro lugar – ganha R$ 15 mil. O segundo garantirá R$3 mil e o terceiro, R$2 mil. O pagamento está previsto para 29 de novembro.

Fim do conteúdo da página