Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Instituições oferecem curso de mestrado a professor de física
Início do conteúdo da página
  • Com investimentos de R$ 8 milhões, Policlínica de Petrolina atende a partir desta segunda

    O Ministério da Educação inaugurou, nesta sexta-feira, 17, a primeira etapa da Policlínica da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) no município de Petrolina, em Pernambuco. Foram investidos R$ 8,4 milhões. Na ocasião, o ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciou a liberação de R$ 1,4 milhão para a segunda etapa da nova unidade. O investimento vai permitir a aquisição de equipamentos para o setor de imagem e para o bloco cirúrgico da policlínica.

    A unidade de saúde vai funcionar no conceito hospital-dia. A partir da próxima segunda-feira, 20, vai realizar atendimentos ambulatoriais por meio de regulação de usuários egressos do Hospital Universitário da Univasf e de encaminhamentos das secretarias de saúde da região. Desde maio do ano passado, os investimentos do MEC na Univasf já somam R$ 13,2 milhões, incluídos os recursos direcionados à Policlínica.

    O ministro Mendonça Filho lembrou que a conclusão dessa obra foi um compromisso que assumiu junto à Univasf e à população, assim que passou a ocupar a 

    Ao participar da inauguração da Policlínica, o ministro Mendonça Filho já anunciou a liberação de R$ 1,4 milhão para a segunda etapa (Foto: Rafael Carvalho/MEC)

    pasta do MEC. “Esse é um exemplo concreto de uma obra que estava paralisada, meio que cambaleando em muitos momentos, em outros momentos sem nenhum trabalhador sequer e hoje é inaugurada em apenas 10 meses de gestão”, disse, lembrando que a obra se arrastava há oito anos.

    O Hospital Universitário é administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Para o presidente da empresa, Kléber Morais, o momento é ímpar e representa alguns avanços desde que o Governo Federal, em sua atual gestão, passou a dar prioridade à educação e saúde. “Saímos de um orçamento de R$ 2,96 milhões para R$ 3,7 bilhões em 2017 e, além da recuperação física de nossos hospitais, o MEC vem honrando os concursos realizados e os que ainda são necessários.”

    De acordo com o reitor da Univasf, Julianeli Tolentino de Lima, a conclusão de uma obra que foi iniciada em abril de 2009 é a realização de um grande sonho. “Serão 150 profissionais trabalhando no novo prédio, para o atendimento ambulatorial gratuito, oferecendo um serviço da melhor qualidade. Vamos fazer valer o investimento”, concluiu.  

    A policlínica vai contribuir para a estrutura de atendimento médico e hospitalar, não apenas para os moradores de Petrolina, mas também de pacientes de 53 municípios do sertão pernambucano, que não contam com boa infraestrutura de saúde.

    O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, lembrou que a estrutura da policlínica da Univasf vai melhorar as condições de atendimento de diversos municípios da região. “Aqui em Petrolina e Juazeiro, a nossa estrutura hospitalar é muito sobrecarregada. São mais de 53 municípios que vêm em busca de atendimento nos hospitais Dom Malan, Hospital Universitário, Hospital regional de Juazeiro e agora vai para a Policlínica da Univasf”, disse. “A partir de segunda-feira, quando essas portas forem abertas, eu tenho certeza de que os filhos de Petrolina serão muito bem atendidos”, completou.

    Ebserh – A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação, administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

    Criada em dezembro de 2011, a empresa também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nos 50 hospitais que integram a rede. Além disso, atua em conjunto com as universidades federais para a gestão de seus respectivos hospitais.

    Assessoria de Comunicação Social 

  • Inaugurado primeiro curso de odontologia do Vale do São Francisco, em Petrolina (PE)

    O ministro da Educação, Mendonça Filho, esteve em Petrolina, interior de Pernambuco, nesta quinta-feira, 20, para a inauguração da Soberana Faculdade de Saúde de Petrolina, primeira instituição de educação superior do Vale do São Francisco a oferecer o curso de odontologia. “Não estamos falando apenas de mais um curso. Vem para cá um curso ligado à saúde, a odontologia, o que é um marco, gerando emprego e oportunidades de renda”, disse o ministro, durante a cerimônia.

    Os processos de credenciamento da instituição e o pedido de autorização do curso de odontologia foram protocolados em fevereiro de 2014 junto ao Ministério da Educação. No final de maio de 2017, durante a gestão de Mendonça Filho, as portarias com a autorização foram publicadas no Diário Oficial da União. 

    As aulas da Soberana Faculdade de Saúde de Petrolina terão início no dia 16 de agosto. A princípio, serão ofertadas 80 vagas no bacharelado em odontologia – no total, a oferta será de 400 vagas durante todo o curso. Ainda no mês de agosto, terá início a construção da clínica odontológica da faculdade, que vai prestar atendimento gratuito à população local a partir de 2019. Estima-se que até 2021 sejam realizados de 14 mil a 16 mil atendimentos por ano.

    Durante a solenidade, o ministro relembrou o crescimento da região do Vale do São Francisco ao longo dos últimos anos. “Eu pude acompanhar ao longo da minha vida pública o desenvolvimento desta região, a partir de poucas instituições de educação superior e de uma faculdade que era, na verdade, um campus da Universidade Federal de Pernambuco em Petrolina”, disse.

    Mendonça Filho também mencionou ações importantes que vêm sendo desenvolvidas pelo MEC. “Tivemos a coragem de colocar na agenda temas que eram tabus, como a reforma do ensino médio. O mundo todo evoluiu; os jovens têm a opção de definir seu itinerário formativo e aprofundar o conhecimento nas suas áreas e seus sonhos. Só o Brasil que, nos últimos anos, tratou os jovens como um padrão, sem oferecer protagonismo a eles”, ressaltou. 

    Estrutura – Inicialmente, a Soberana Faculdade de Saúde de Petrolina oferecerá uma estrutura de 1,8 mil m² de área construída para comportar os quatro primeiros períodos do curso de odontologia. São quatro salas de aula para 50 alunos em cada, além de laboratórios de anatomia, bioquímica, habilidades em odontologia, microbiologia e informática.

    Nas próximas semanas, a instituição deve protocolar os pedidos de autorização para os cursos de enfermagem e farmácia junto ao Ministério da Educação. Em 2018, devem ser formalizados os pedidos para o curso de fisioterapia. Para atender esse crescimento na oferta de cursos e número de alunos, há um projeto de expansão da unidade, que aumentará as dimensões da instituição para 5 mil m² nos próximos três anos.

    Assessoria de Comunicação Social 

  • MEC libera R$ 10,7 milhões para educação básica e ensino técnico em Pernambuco

    O Ministério da Educação (MEC) liberou R$ 10,7 milhões para serem investidos em educação básica e ensino técnico em Pernambuco. Os recursos serão destinados a seis municípios: Afrânio, Araripina, Bodocó, Dormentes, Petrolina e Serrita.

    O anúncio foi feito em evento em Petrolina, com a presença do ministro da Educação, Abraham Weintraub, nesta segunda-feira, 17 de junho.

    “A crise foi muito severa e agora a gente está conseguindo colocar a casa em ordem devagarzinho. A gente vai pondo a casa em ordem e vai conseguindo priorizar onde vê o maior retorno”, disse o ministro. “Petrolina, no caso, toda a região ao redor, a gente vê como um excelente exemplo para começar”, continuou.

    Para a educação básica, são R$ 7,9 milhões. Os recursos estão divididos da seguinte maneira:

    • R$ 5,7 milhões para Petrolina — R$ 4,34 milhões para construir uma escola e R$ 1,39 milhão para compra de equipamento de climatização para mais de 200 salas de aula;
    • R$ 2,1 milhões, ao todo, para Afrânio, Araripina, Bodocó, Dormentes e Serrita. Serve para compra de mobiliário, equipamentos de climatização, utensílios de cozinha e instrumentos musicais para atividades com os alunos.

    “O que temos aqui que fazer é construir um novo Brasil. É trazer um novo tempo que estamos construindo em Petrolina para as demais cidades pernambucanas, para as demais cidades nordestinas”, disse o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho.

    Ainda há R$ 2,8 milhões para o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão de Pernambuco (IF Sertão-PE). São:

    • R$ 200 mil para pagamento de bolsistas do projeto de extensão Academia HackTown — ensino de programação em jogos e robótica;
    • R$ 2,6 milhões para mobiliário e equipamentos para o campus de Ouricuri (R$ 2,1 milhões) e de Petrolina (R$ 500 mil).

    “Esse momento marca o quanto nós estamos avançando com a formação profissional, técnica, científica e tecnológica”, disse a reitora do IF Sertão-PE, Leopoldina Veras.

    Academia HackTown – Vinculada à Pró-Reitoria de Extensão e Cultura do IF Sertão-PE, a Academia HackTown é um projeto que tem por objetivo estimular os participantes a produzir seus próprios programas, jogos e robôs.

    O projeto é destinado a crianças e adolescentes de 7 a 17 anos matriculados no ensino fundamental. A Academia HackTown usa princípios de raciocínio lógico, matemático e de física. Trata-se de uma ação de extensão do instituto. É gratuita.

    17/06/2019 - Solenidade de Liberação de Recursos para a Educação Básica do Município de Petrolina - Petrolina/PE - Foto: Shismênia Oliveira/MEC

     

    Fundaj – Na viagem a Pernambuco, o ministro também visitou a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), vinculada ao MEC, que tem sede em Recife. A visita foi acompanhada pelo presidente da instituição, Antônio Campos. A posse de Campos aconteceu no último dia 4 de junho, na sede do MEC, em Brasília. O senador Fernando Bezerra (MDB-PE) e a ministra do Tribunal de Contas da União (TCU) Ana Arraes também participaram da visita.

    De acordo com Weintraub, a Fundaj ser comandada por Antonio Campos é um sinal de que se pode esperar bons frutos da instituição. “É uma instituição com forte bagagem histórica e cultural: um farol para o futuro não só do Nordeste, como para o Brasil”, afirmou.

    Assessoria de Comunicação Social

  • Ministro anuncia em Petrolina investimentos de R$ 13 milhões em creches, alojamentos e quadras

    Durante o evento, o ministro também anunciou que autorizará abertura de licitação para construção de quadras poliesportivas em Ouricuri, Floresta e Salgueiro (Foto: Luís Fortes/MEC)

    Em visita a Petrolina, na região do São Francisco pernambucano, o ministro Mendonça Filho anunciou, nesta sexta-feira, 21, investimentos de R$ 13,7 milhões para obras em creches, alojamentos estudantis e quadras poliesportivas em Pernambuco. Ao todo, serão mais de 4 mil beneficiados diretos, entre crianças da cidade e estudantes do Instituto Federal Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE).

    Em parceria com a Prefeitura de Petrolina, foi lançado um edital para a construção de cinco novos centros municipais de educação infantil (CMEI) no município. O valor total do investimento será de R$ 6,5 milhões. Desde que assumiu o Ministério, em maio de 2016, o ministro sempre destacou a educação básica como prioridade do governo federal.

    “A formação do indivíduo começa exatamente na educação infantil. Desde que assumimos, essa etapa tão importante da educação tem sido prioridade. O Brasil não pode deixar de lado a formação do indivíduo", destacou o ministro. Mendonça Filho lembrou que o MEC tem atuado para fortalecer as parcerias com os municípios, especialmente, na educação infantil, que traz reflexos em toda a trajetória escolar dos estudantes.

    Das cinco novas creches, uma será do Tipo 1, com capacidade de atendimento de até 376 crianças em dois turnos ou 188 crianças em período integral, e quatro do Tipo 2, que tem capacidade de atendimento de até 188 crianças em dois turnos ou 94 crianças em período integral. Os bairros contemplados são: Nova Petrolina, Henrique Leite, Jardim Petrópolis, Terras do Sul e Vila Eulália.

    Durante o evento, o ministro também anunciou a transferência de recursos financeiros para manutenção de novas matrículas em novas turmas de educação infantil, pleiteados pelos municípios brasileiros e pelo Distrito Federal, de acordo com a Resolução nº 16 de 16 de maio de 2013 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Petrolina é uma das cidades contempladas, com R$ 1,6 milhão, suficiente para 685 novas matrículas em novas turmas de creches.

    Presente ao evento, o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, também ressaltou a importância da parceria entre os governos federal, estadual e municipal. “A creche é importante porque possibilita os pais poderem trabalhar. Mas as creches que queremos são essas: com todos os equipamentos necessários para que a criança possa entrar no ensino infantil e médio muito mais preparada”, enfatizou.

    O senador pernambucano Fernando Bezerra Coelho ressaltou a importância das ações do MEC no último ano para o desenvolvimento da educação no estado e em todo o país. “Estamos todos desafiados a construir um novo tempo. E esse novo tempo será construído com uma creche cada vez melhor, em que as pessoas se orgulhem em deixar suas crianças”, disse.

    Já o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, reforçou que a “educação é a base de tudo”. “Temos que discutir o futuro que queremos dar às crianças. E quando se fala de futuro, temos que começar cedo”, disse, se referindo aos investimentos na educação infantil realizados pelo MEC.

    Institutos – Além das creches, também há novidades para o Instituto Federal do Sertão Pernambucano. O IF Sertão teve uma ordem de serviço para reforma dos blocos dos alojamentos de estudantes do campus Petrolina assinada pelo ministro. Além disso, o ministro autorizará a reitoria do instituto a abrir licitação para construção de quadras poliesportivas em três campi: Ouricuri, Floresta e Salgueiro.

    “O IF Sertão tem recebido investimentos para os campi espalhados pelo sertão pernambucano. Vamos continuar expandindo e melhorando a educação técnica em todo o estado de Pernambuco e no Brasil”, garantiu Mendonça Filho.

    Para as reformas dos blocos de alojamento, serão destinados R$ 2,3 milhões para 24 residências estudantis, constituídas por sala de estar, quarto e banheiro. A reforma possibilitará aos estudantes um maior conforto, que pretende melhorar o desempenho em sala de aula. Vale lembrar que a residência estudantil do campus Petrolina atende alunos que se enquadram em condições de vulnerabilidade social e econômica.

    Já os campi de Ouricuri, Floresta e Salgueiro ganharão uma quadra poliesportiva cada, com um investimento total de R$ 4,9 milhões. As quadras beneficiarão mais de três mil estudantes matriculados nos campi.

    “Qualquer nação, qualquer estado e município, para se transformar de forma verdadeira e profunda para melhor, para avançar com relação ao futuro, precisa ter uma base de educação muito forte e vigorosa, que proteja as crianças e os jovens, e que promova um futuro melhor para eles”, concluiu Mendonça Filho.

    Assessoria de Comunicação Social 

  • Petrolina (PE) recebe recursos de R$ 6,5 milhões do MEC para Instituto Federal e outras obras

    Petrolina (PE), 28/6/2018 – O ministro da Educação, Rossieli Soares, entregou uma obra e anunciou dois projetos em Petrolina (PE), nesta quinta-feira, 28, ambos no Campus Petrolina Zona Rural, do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE). O investimento total é de R$ 6,5 milhões. No município, localizado no Sertão do Rio São Francisco, ele inaugurou a nova residência estudantil e assinou duas ordens de serviço para a reforma da quadra e a ampliação da rede elétrica.

    “A educação básica é a coisa mais importante que temos e o desafios com as crianças do Brasil são enormes. Se quisermos transformar esse país, precisamos começar por elas. Vamos trabalhar e conseguir fazer as escolas que Petrolina precisa para que este município, tão importante para Pernambuco e o Brasil, continue avançando e sendo reconhecido, além das frutas que produz e exporta, pela educação básica de qualidade, produzindo e exportando inteligência”, afirmou Rossieli Soares.     

    Orçada em R$ 2 milhões, a obra de reforma da residência estudantil vai beneficiar alunos que se enquadram em condições de vulnerabilidade social e econômica ou que residem distante. Ao todo, o local possui 96 vagas e oferta três refeições diárias, aos internos em tempo integral, e almoço, aos alunos semi-internos, dos cursos técnicos.

    A residência é composta por três blocos (A, B e C) com 24 apartamentos estudantis, constituídos por sala de estar, quarto e banheiro. Com a entrega, o novo ambiente proporcionará ao corpo estudantil um espaço adequado para o repouso e higiene pessoal, visando maior conforto aos discentes internos e, consequentemente, melhor desempenho acadêmico.

    Ministro Rossieli Soares inaugura residência estudantil em Petrolina (Foto: André Nery/MEC)

    A professora Maria Leopoldina Veras Camelo, reitora do IF Sertão-PE, ressaltou que a obra no Campus Petrolina Zona Rural, entregue em tempo hábil, será um determinante para o avanço da educação no Sertão pernambucano. “Este novo espaço resgata a dignidade de todos os estudantes que ficam longe de suas famílias e precisam de uma estrutura apta a recebê-los. Temos obras importantes em andamento que certamente irão melhorar os nossos índices e elevar a nossa educação”, pontuou.    

    Rural –  O campus Petrolina Zona Rural, do IF Sertão-PE, foi criado a partir da transformação do Centro Federal de Educação Tecnológica de Petrolina (Cefet Petrolina), pela Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Atualmente, conta com cerca de 1.200 estudantes. Além de Petrolina, a unidade beneficia diversos municípios do sertão pernambucano e do estado da Bahia.

    Ao todo, são ofertados seis cursos regulares, sendo dois superiores (agronomia e tecnologia em viticultura e enologia), três técnicos subsequentes (agricultura, zootecnia e agroindústria), e um técnico de nível médio integrado (agropecuária), além de cursos em Formação Inicial e Continuada (FIC) em diversas áreas.

    Serviço – Além da entrega no novo espaço estudantil, o ministro da Educação também assinou as ordens de serviço destinadas à reforma da quadra do Campus Petrolina Zona Rural e à ampliação da rede elétrica do Campus Petrolina, ambas do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE). Juntos, os dois projetos estão orçados em aproximadamente R$ 4,5 milhões.

    Na reforma da quadra poliesportiva, serão demolidas as alvenarias internas e construídas arquibancadas com capacidade para 380 pessoas, incluindo oito vagas para cadeirantes. Além disso, será criada uma sala para a Coordenação de Educação Física, uma copa/cantina com um espaço exclusivo para o armazenamento de gás e dois vestiários, sendo um feminino e masculino, e outro para pessoas com necessidades especiais.

    Assessoria de Comunicação Social

Fim do conteúdo da página