Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Região Norte

Sexta-feira, 20 de junho de 2008 - 16:24

Dos 200 municípios da região Norte considerados prioritários nas ações do Ministério da Educação, 167 atingiram ou superaram os índices de desenvolvimento da educação básica (Idebs) no ano de 2007, relativos à quarta série do ensino fundamental. No Acre, Amazonas e Tocantins apenas um município prioritário, por estado, ficou abaixo da meta.

Os dados da região Norte integram os índices de desenvolvimento da educação básica de todo o Brasil, por município e por escola, que serão divulgados pelo Ministério da Educação neste sábado, 21. O Ideb é uma fotografia do desempenho dos estudantes da quarta e da oitava séries do ensino fundamental e do ensino médio, e é obtido nas avaliações realizadas pelo MEC a cada dois anos. A média nacional do Ideb alcançada em 2007 é de 4,2 pontos na quarta série do ensino fundamental. A projeção foi de 3,9.

O município de Presidente Médici (RO) alcançou 4 pontos em 2007 (em 2005 tinha 3,3) e sua meta para 2007 era 3,4; Brasiléia (AC) obteve 3,6 pontos em 2007 (em 2005 foi 3,3) e sua meta era 3,3; Itapiranga (AM) teve Ideb 3,5 (em 2005 tinha 2,2), a meta para 2007 era 2,3; Pacaraima (RR) teve Ideb 4,0 (em 2005, 3,2), a meta era 3,3; Aurora do Pará (PA) alcançou 3,6 pontos (em 2005 tinha 2,3), a meta era 2,4; Santana (AP) obteve índice de 3,8 (em 2005 tinha 3,1) e a meta era 3,1, em 2007.

Desempenho da região – Dos 431 municípios da região Norte pesquisados em 2005 e 2007, na quarta série do ensino fundamental, 348 alcançaram as metas fixadas pelo MEC para 2007, o que representa 80,7%. Rondônia alcançou 86%; Acre, 86,4%; Amazonas, 86,9%; Roraima, 100%; Pará, 75,7%; Amapá, 57,1%; Tocantins, 80,6%.

Na oitava  série, a região teve 412 municípios pesquisados nos anos de 2005 e 2007. Destes, 270, o que representa 65,5%, alcançaram as metas fixadas para 2007. Rondônia, 71,2%; Acre, 81%; Amazonas, 96,7%; Roraima, 46,2%; Pará, 58,6%; Amapá, 21,4%; Tocantins, 59,7%. No mesmo período, o Ideb do ensino médio nacional passou de 3,4 pontos em 2005 para 3,5 pontos em 2007.

Cálculo - O cálculo do Índice da Educação Básica combina o desempenho dos alunos dos sistemas estaduais e municipais na Prova Brasil com dados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), provas aplicadas a cada dois anos. A Prova Brasil é um teste de leitura e matemática para turmas de quarta e oitava séries do ensino fundamental (ou quinto e nono anos, nos sistemas de nove anos). Os alunos do ensino médio fazem o Saeb, que também avalia habilidades em Língua Portuguesa (foco na leitura) e matemática (resolução de problemas). O Saeb é uma avaliação por amostra.

Ionice Lorenzoni

Leia mais...
MEC divulga índices da educação básica

Palavras-chave: mec, notícias, jonalismo, matérias