Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Tecnologia na correção do fluxo escolar

Quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 - 09:26

Dados preliminares da Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação constatam que mais de 705 mil crianças estão em séries incompatíveis com a idade. O levantamento foi feito nos 1.114 municípios que já pediram tecnologias educacionais para a correção do fluxo escolar nos anos iniciais do ensino fundamental. Este ano, a correção será custeada pelo MEC.

O coordenador-geral de Tecnologias da Educação da SEB, Cláudio Fernando André, informa que a secretaria ainda aguarda a resposta de 193 cidades integrantes da lista de 1.307 que pediram a correção nos planos de ações articuladas (PAR), em 2008. Elas registraram baixo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em 2007 e têm prioridade nos programas do ministério.

Para orientar os municípios, a SEB oferece tecnologias pré-qualificadas no Guia de Tecnologias Educacionais, como a correção de fluxo escolar na aprendizagem, desenvolvida pela organização não-governamental Geempa (Grupo de Estudos sobre Educação, Metodologia de Pesquisa e Ação); o programa de correção de fluxo escolar, do Instituto Alfa e Beto, e o programa Acelera, Brasil, do Instituto Ayrton Senna.

Ao avaliar dados parciais enviados pelos municípios, Cláudio André encontrou números que precisam ser verificados. Segundo ele, alguns municípios informaram que 90% dos alunos dos anos iniciais do ensino fundamental freqüentam série incompatível com a idade. Para saber se as informações estão corretas, os números enviados pelos municípios serão comparados com os dados do Censo Escolar de 2008 e discutidos com as secretarias de educação. Na avaliação de Cláudio André, os municípios podem não ter interpretado corretamente as informações contidas na ficha e registrado o número total de alunos da rede de ensino.

O objetivo do MEC é atender os 1.307 municípios e trabalhar pelo sucesso da correção de fluxo, resultado que pode aparecer na próxima Provinha Brasil e no Ideb a ser divulgado no começo de 2010.

Ionice Lorenzoni

Palavras-chave: mec, notícias, jonalismo, matérias