Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Educação tecnológica

Consultores do MEC explicam como funciona o programa

Segunda-feira, 11 de maio de 2009 - 17:54

O que é educação integral e como ela funciona? Essas são as principais dúvidas expressas pela maioria dos diretores das cinco mil escolas públicas do ensino fundamental selecionadas este ano para receber apoio técnico e recursos financeiros do programa Mais Educação. As dúvidas foram apresentadas a consultores do ministério durante visitas a nove estados, por correio eletrônico e por telefone.


O coordenador-geral de ações educacionais complementares da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad), Leandro Fialho, explica que muitos gestores têm a concepção de que educação integral é manter o aluno dentro da escola o dia todo, o que seria difícil de executar porque as escolas públicas não têm a infraestrutura necessária.


O modelo brasileiro que está em teste desde o ano passado, diz o coordenador, é uma educação integral para além dos muros da escola, realizada em parceria com áreas de outros ministérios, com empresas locais e com a comunidade. Segundo Leandro Fialho, no modelo adotado, os estudantes fazem na escola parte da sua formação e a outra parte é de atividades extraclasses, geralmente desenvolvidas em espaços do bairro onde a escola está instalada. São atividades esportivas, culturais, de lazer.


Além das visitas às secretarias estaduais de educação da Bahia, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco, Pará, Goiás, Ceará e Distrito Federal para explicar o que é e como funciona o Mais Educação, a Secad realiza na terça-feira, 12, a partir das 14h, uma webconferência. Segundo Leandro Fialho, os objetivos são tirar dúvidas sobre o preenchimento do plano de atendimento da escola, condição para receber apoio técnico e financeiro do MEC e mobilizar os diretores para que as cinco mil escolas ingressem no programa.


A webconferência  será transmitida ao vivo pelo  http://portal.mec.gov.br/secad/maiseducacao. Para pedir informações e tirar dúvidas estão disponíveis os telefones (61) 2104-6295 e 2104-6280 e o endereço eletrônico Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .


Para atingir cinco mil escolas este ano, o programa Mais Educação selecionou 5.244 escolas públicas do ensino fundamental em cidades com mais de 100 mil habitantes e aquelas que se enquadram numa destas situações: cidades com mais de 50 mil habitantes situadas no entorno das regiões metropolitanas; os municípios atendidos pelo Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci), do Ministério da Justiça; as escolas que, em 2007, registraram Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de até 3,5 pontos (o ideb vai de zero a dez pontos).


No ensino médio, o MEC escolheu dez estados com dificuldades e baixo Ideb nessa etapa da educação básica. O projeto-piloto no ensino médio será realizado em 100 escolas, dez por estado.

Ionice Lorenzoni

Palavras-chave: Educação Integral, Secad, Mais Educação