Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Programa atende professores sem magistério

Terça-feira, 16 de janeiro de 2007 - 08:49

As secretarias de Educação Básica (SEB/MEC) e de Educação à Distância (Seed/MEC) desenvolvem o Programa de Formação Inicial para Professores em Exercício na Educação Infantil (Proinfantil), em parceria com estados e municípios. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC) é o agente financeiro. O programa começou a ser desenvolvido em julho de 2005, em quatro estados. A primeira turma foi  constituída em janeiro de 2006, em mais quatro estados.

Como o programa é semipresencial, os estados precisam montar agências formadoras em pólos nos quais se concentram os professores de creches e da educação infantil, uma vez que a formação é feita em serviço. Cada agência tem oito formadores, um para cada área do conhecimento; tutores para cada grupo de dez a 12 cursistas e um articulador pedagógico da educação infantil, que tem o papel de diretor do grupo.

Na avaliação da coordenadora do Proinfantil, Karina Rizek Lopes, o programa deve se expandir a partir deste ano, com a adesão de secretarias estaduais de educação. O objetivo é levá-lo a todos os estados para que a formação chegue aos mais de 37 mil professores de creches e da educação infantil que não têm habilitação em magistério, como exige a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996). Além das redes públicas, o Proinfantil é dirigido também aos professores de creches da rede privada sem fins lucrativos, escolas confessionais e comunitárias.

O professor recebe, no Proinfantil, 3,2 mil horas de formação, ministradas em dois anos. A cada início de módulo, tem 72 horas de aula presencial na agência formadora. A cada 15 dias, o grupo de dez a 12 cursistas tem encontro com o tutor para discutir a prática pedagógica, avaliar as atividades escritas e tirar dúvidas sobre a leitura de textos. O tutor também vai à sala de aula, a cada 15 dias, observar a prática pedagógica do cursista. Depois, faz com ele uma avaliação individual.

A formação do cursista, que corresponde ao ensino médio, modalidade normal, abrange linguagens e códigos, matemática e lógica, identidade, sociedade e cultura, vida e natureza, fundamentos da educação, organização e trabalho pedagógico e língua estrangeira (espanhol ou inglês).

Ionice Lorenzoni

Palavras-chave: mec, notícias, jonalismo, matérias