Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Guias do Programa Nacional do Livro Didático

Professores de ensino médio já podem acessar o guia de livros didáticos do PNLD 2018

Professores do ensino médio do país já podem escolher os livros didáticos que serão utilizados nas escolas da rede pública a partir do próximo ano. O Guia de Livros Didáticos 2018 é um dos documentos mais importantes para efetivação da escolha, pois  traz resenhas e informações acerca de cada uma das obras aprovadas no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), apresentando aos docentes análises, reflexões e orientações quanto ao conteúdo e estrutura das obras e suas potencialidades para a prática pedagógica.  Além de resenhas e de textos introdutórios escritos pelas equipes de avaliação de cada componente curricular, o guia – na sua versão digital – traz uma novidade nesta edição: durante o período de escolha, com a chave de acesso fornecida aos diretores das escolas de Ensino Médio das escolas participantes do PNLD, os professores podem visualizar o conteúdo completo dos Manuais do Professor.

O período para a escolha dos livros didáticos será de 21 de agosto a 4 de setembro, no sistema PDDE-Interativo. No PNLD 2018 serão selecionadas obras destinadas a estudantes e professores do ensino médio dos seguintes componentes curriculares: Arte, Biologia, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Estrangeira Moderna (Inglês e Espanhol), Língua Portuguesa, Matemática, Química e Sociologia.

O Guia de livros didáticos é uma peça fundamental do PNLD e tem, a princípio, três funções. A primeira delas é de orientação aos docentes da Educação Básica para que possam melhor realizar o processo de escolha das obras que serão utilizadas nas escolas do Brasil. O destinatário inicial do Guia é, portanto, o coletivo de docentes de cada unidade ou rede escolar, que deve dispor de todas as orientações, informações e reflexões possíveis, de modo a sentir-se fundamentado na apreciação e decisão sobre as obras que melhor possam contribuir para o desenvolvimento de suas atividades didáticas, em conformidade com o projeto político-pedagógico da escola. O Guia enuncia, também, os pressupostos da avaliação pedagógica, efetivados em observância ao Edital do Programa e em conformidade com afirmações acadêmicas atualizadas. Destina-se, por essas razões, igualmente aos pesquisadores e demais interessados em compreender, acompanhar e refletir sobre o alcance, limites e contribuições das obras e do PNLD, em seu amplo espectro. Além de obras com perspectivas pedagógicas diferenciadas, o Guia de livros didáticos apresenta reflexões fundamentais à formação docente no tocante aos processos de mediação pedagógica. Com efeito, esta é outra função do Guia, a de facilitar o debate público e social acerca dessa importante política pública, sendo mediador de concepções, afirmações e convocações com impactos no campo do currículo e da experiência social. Como instrumento público, o Guia cumpre, ademais, a função de apresentar os parâmetros de efetivação legal do Programa, contendo os elementos que norteiam a procedimentos de aquisição e distribuição das obras às escolas do País. No momento da escolha é importante que os professores selecionem obras consonantes aos pressupostos educacionais dispostos no projeto da escola, observando o cuidado em escolher obra e primeira e em segunda opção, de editoras diferentes. Caso não seja possível a aquisição dos livros da editora da 1ª opção, o FNDE comprará as obras da 2ª opção. Dessa forma, o Ministério da Educação recomenda o mesmo cuidado na seleção de obras em primeira e em segunda opção.

Depois de efetivada a escolha das obras pelo coletivo docente, é preciso que o(a) diretor(a) da escola acesse o Sistema PDDE-Interativo e registre a escolha. O FNDE disponibiliza em seu portal uma série de documentos de apoio à escolha e ao registro: http://www.fnde.gov.br/programas/programas-do-livro/livro-didatico/escolha-pnld-2018

Em 2018, o PNLD beneficiará cerca de 7 milhões de estudantes do ensino médio, concretizando, mais uma vez, a intencionalidade em universalizar o acesso ao livro didático por meio de um programa democrático, plural e orientado para o aprimoramento dos processos de mediação pedagógica e de formação docente nas escolas da rede pública do país. O PNLD é um programa consolidado como política de Estado, reconhecido por sua relevância nas escolas do país devido às repercussões na qualidade dos processos de mediação pedagógica e à observância dos princípios éticos republicanos expressos em todas as fases de sua execução, evidenciando o protagonismo docente e o compromisso com a melhoria da educação pública.

 

X
Fim do conteúdo da página