Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Vélez Rodríguez e Sérgio Moro assinam acordo para investigar indícios de corrupção no MEC
Início do conteúdo da página
Ensino médio

Novas diretrizes curriculares são um avanço, afirma Haddad

  • Quinta-feira, 05 de maio de 2011, 16h33
O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse nesta quinta-feira, 5, que as diretrizes curriculares do ensino médio aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) esta semana avançam em relação ao que existe hoje. “Ainda não fiz uma análise detalhada, mas gostei do texto”, afirmou.

De acordo com Haddad, o documento, aprovado por unanimidade pelo conselho, se apropria muito do trabalho prático relativo ao ensino médio promovido pelo MEC nos últimos anos. O ministro fez observações sobre as diretrizes após participar do 13º Fórum da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), que acontece em Brasília.

Entre as realizações do ministério que contribuíram para aprimorar as diretrizes, ele citou a experiência com o ensino médio inovador, as mudanças no ensino médio profissional, que culminaram com o lançamento do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico (Pronatec), o acordo com o Sistema S, o aprimoramento e a ampliação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “O CNE atualizou as diretrizes se valendo de programas do MEC, tornando-os política de Estado e não só de governo.”

A possibilidade de mudanças no ensino médio noturno previstas nas diretrizes também agradaram Haddad. A organização por semestres ou por ciclos constitui alternativa de organização da oferta que busca responder as expectativas da juventude. Para o ministro, um dos desafios é justamente tornar atrativo o ensino noturno, que tem 39% das matrículas do ensino médio.

Ionice Lorenzoni
Assunto(s): Ensino médio
X
Fim do conteúdo da página