Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias
Início do conteúdo da página
Notícias

Fundaj apresenta obra de Mário Souto Maior

  • Sexta-feira, 28 de janeiro de 2005, 10h44

O Instituto de Cultura da Fundação Joaquim Nabuco, órgão vinculado ao Ministério da Educação, com sede em Recife, está lançando a coleção Mário Souto Maior, com cinco livros em formato de bolso. São dois inéditos e três relançamentos de obras que estavam esgotadas. Os títulos, destinados aos estudantes, são Alimentação e Folclore, Dicionário Folclórico da Cachaça, com prefácio de Carlos Drummond de Andrade, e Comes e Bebes. Os dois inéditos são Dicionário do Folclore para Estudantes, em parceria com a pesquisadora Rúbia Lóssio, e Qual é a sua Graça.

Os livros, após análise do MEC, devem ser distribuídos nas escolas públicas até 2007. Já está sob análise o inédito Dicionário do Folclore para Estudantes e, até agosto, após o resultado, 200 mil exemplares estarão nas estantes das escolas.

A Fundaj planeja fazer do lançamento da coleção, em 16 de março, no Museu do Homem do Nordeste, uma homenagem a Souto Maior, escritor e pesquisador, que atuou na instituição por mais de três décadas. Será exibido um vídeo baseado na vida do folclorista.

Para a diretora do Instituto de Cultura, Isabela Cribari, Mário Souto Maior foi um dos principais pesquisadores do folclore no Brasil. "Quase todos os seus livros estão com edições esgotadas. A procura é grande", destacou.

Jan Souto Maior, filho de Mário, considera justa a homenagem, por resgatar a memória do escritor e o respeito pelo seu trabalho na casa. "Seus livros foram edições caseiras. E era seu desejo vê-los publicados e que o público pudesse ter acesso", disse.

Produção - Mário Souto Maior deu início a sua produção literária aos 50 anos. Até a sua morte, aos 81, em 2001, deixou um legado ao folclore e à cultura. Após sua morte, a família conseguiu publicar, além dos dois inéditos, dois títulos: O Grande Livro das Adivinhações e Antologia da Poesia Popular Pernambucana.

Até março deste ano, estará na internet a Biblioteca Virtual Mário Souto Maior, elaborada pela Fundação Gilberto Freyre, Ministério da Ciência e Tecnologia e Universidade Federal de Pernambuco. São cartas, fotos, filmes, livros não comerciais e vasta produção literária. (Assessoria de Imprensa da Fundaj)

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página