Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias
Início do conteúdo da página
Notícias

MEC participa do Pró-Jovem

  • Segunda-feira, 31 de janeiro de 2005, 09h43

O Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad) e da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), vai participar do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Pró-Jovem). O programa será lançado amanhã, dia 1º, às 15h30, no Palácio do Planalto, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O Pró-Jovem será instituído por medida provisória, que também criará o Conselho e a Secretaria Nacional da Juventude.

O programa será executado, além do MEC, pela Secretaria-Geral da Presidência da República e pelos ministérios do Trabalho e Emprego e do Desenvolvimento Social. Destina-se a jovens de 18 a 24 anos, que moram em capitais, estejam fora do mercado formal de trabalho e que não concluíram a 8a série do ensino fundamental. O programa conta com R$ 300 milhões garantidos no Orçamento Geral da União de 2005. Essa destinação foi aprovada pelo Congresso Nacional, no dia 29 de dezembro último.

Por meio de convênios com as prefeituras das capitais, o Pró-Jovem oferecerá aos jovens, durante um ano, chance de aceleração de aprendizagem (para conclusão da 8a série), inclusão digital e qualificação profissional básica. O aluno terá incentivo mensal de R$ 100 (recursos da União repassados por convênio) e deverá desenvolver ações sociais em suas comunidades. Em 2005, serão incluídos 200 mil jovens no programa.

O Pró-Jovem integrará a Política Nacional de Juventude que o Governo Federal vai desenvolver este ano, sugerida pelo Grupo de Trabalho Interministerial da Juventude, do qual o MEC faz parte. "O Pró-Jovem é importante porque os jovens fora da escola e do mercado vão ganhar oportunidade de estudos e de qualificação profissional", diz Timothy Ireland, diretor do Departamento de Educação de Jovens e Adultos da Secad/MEC. O MEC participa da elaboração pedagógica e logística do programa.

Iniciativas - Outra iniciativa federal destinada aos jovens e da qual o Ministério da Educação faz parte é o Projeto Rondon, que integra universidades, alunos e professores, ao esforço de superação das desigualdades sociais. Para dar acesso à universidade a estudantes carentes, o MEC criou o Universidade para Todos (ProUni), que oferece mais de cem mil bolsas de estudo. Mais informações sobre o Pró-Jovem na página da Secretaria-Geral da Presidência da República na internet ou pelo telefone (61) 411-1407.

Susan Faria

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página