Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Educação profissional

Expansão levará unidades de ensino a todas as regiões

  • Quarta-feira, 17 de agosto de 2011, 16h44
A Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica contará, até 2014, com 562 unidades de ensino, que atenderão todas as regiões brasileiras. Na definição das áreas que receberão as unidades de institutos federais de educação, ciência e tecnologia anunciadas na terça-feira, 16, pela presidenta da República, Dilma Rousseff, foram considerados aspectos econômicos, demográficos, socioambientais, culturais e geográficos.

Metas de universalização do atendimento a territórios da cidadania e a cidades-polo com mais de 50 mil moradores, interiorização da oferta de educação profissional, além da quantidade de habitantes em situação de pobreza extrema, influenciaram a escolha.

Também na terça-feira, prefeitos e secretários municipais das 120 cidades que receberão novas unidades da rede federal participaram de reunião, em Brasília, na qual foram instruídos sobre a implantação de unidades dos institutos federais. “A expansão da rede federal tem ocorrido com sucesso; 95% das escolas foram entregues dentro do prazo”, ressaltou o presidente do Conselho Nacional das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Conif), Cláudio Ricardo Gomes de Lima.

Professora de formação, Iracy Baltar, prefeita de Montanha, município do extremo norte do Espírito Santo, considera a chegada de uma unidade da rede federal um marco na história da região. “Com o instituto, constrói-se um novo momento na história do município”, enfatizou. Com 18 mil habitantes, Montanha, a 334 quilômetros de Vitória, é o terceiro município mais pobre do estado.

“Sem dúvida alguma, a história dos municípios se redimensiona com a implantação de um câmpus de instituto federal”, disse o secretário de educação profissional e tecnológica do Ministério da Educação, Eliezer Pacheco.

Danilo Almeida

Leia mais...
Novas universidades e institutos federais vão abrir 850 mil vagas

X
Fim do conteúdo da página