Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Expansão da educação

Instituto e universidade têm terrenos para novos câmpus

  • Sexta-feira, 25 de janeiro de 2013, 19h43

Dilma destacou a importância do ensino técnico, durante a cerimônia em São Paulo: “Nosso país precisa de trabalhadores especializados porque sem eles não crescerá. Acredito que o Brasil ainda vai crescer e crescer muito” (foto: imguol.com – 12-4-09)No dia do aniversário de 459 anos da cidade de São Paulo, a presidenta da República, Dilma Rousseff, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e o prefeito Fernando Haddad participaram da cerimônia de entrega de dois terrenos para construção de instituições federais de ensino. Uma delas é o câmpus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo na zona noroeste da cidade.


Com a construção do novo câmpus do instituto, estima-se aumento de mais de 1,5 mil vagas para a qualificação profissional na cidade de São Paulo. Após a conclusão do projeto, o novo espaço terá área total de 7.707 metros quadrados, com 24 salas de aulas, setor de administração e dois laboratórios técnicos, além de dois blocos de pavimentos de atividades do câmpus.

 

Nos últimos anos, o Ministério da Educação tem investido na ampliação das redes de educação superior e de educação profissional e tecnológica. A presidenta destacou a importância das escolas técnicas no Brasil. “O nosso país precisa de trabalhadores especializados porque sem eles não crescerá”, afirmou. “Acredito que o Brasil ainda vai crescer e crescer muito.”

 

O ministro Aloizio Mercadante também defendeu a expansão do ensino técnico. “A nova unidade do instituto vai ajudar na inovação da cidade e contribuir na formação de trabalhadores e jovens que desejam ascender no mercado de trabalho”, salientou.

 

Com orçamento previsto para 2013 de quase R$ 134 milhões, o Instituto Federal de São Paulo atende demanda de 11.387 matrículas na região metropolitana da capital paulista.

 

Superior — A outra obra será a construção de mais um câmpus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A doação do terreno possibilitará à instituição ter uma unidade na zona leste. A construção complementa o chamado anel universitário metropolitano, que engloba câmpus em São Bernardo, Santo André, Osasco, Diadema e Guarulhos. Com orçamento para 2013 previsto em mais de R$ 108 milhões, a Unifesp é reconhecida pelo trabalho de ensino e pesquisa em medicina e demais áreas da saúde. Os seis câmpus da instituição oferecem mais de sete mil matrículas.

 

Durante a cerimônia em São Paulo também foram entregues mais 300 unidades do programa Minha Casa Minha Vida do governo federal e 84 ambulâncias, totalmente equipadas, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).


Paula Filizola

 

 

 

X
Fim do conteúdo da página