Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > Primeira chamada já tem resultado; aprovados devem comprovar dados até 1º de fevereiro
Início do conteúdo da página
Educação tecnológica

Estudantes de Volta Redonda ganham competição de robôs

  • Terça-feira, 05 de agosto de 2014, 10h33

Na categoria dança da RoboCup 2014, os estudantes do IFRJ produziram uma apresentação com robôs estilizados desenvolvidos para realizar uma coreografia (foto: ifrj.edu.br)Estudantes do campus de Volta Redonda do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ), conquistaram o primeiro lugar no Mundial de Dança de Robôs, na RoboCup, realizado de 19 a 25 de julho, em João Pessoa. A competição, maior evento de robótica do mundo, reuniu, em todas as categorias, representantes de 45 países e 400 equipes participantes.

Além do título mundial, a equipe de robótica Jaguar, composta por estudantes do IFRJ, também é campeã brasileira de dança de robôs. O grupo participou também na categoria futebol, em trabalho conjunto com equipes de outros países, na competição Supertime, e ficou com o terceiro lugar.

De acordo com o coordenador do curso de automação industrial, Helton Sereno, orientador da equipe, a competição auxilia na formação profissional. “Participar de projetos desse nível possibilita aos alunos viver problemas reais similares àqueles que vão encontrar no mercado de trabalho”, disse. “Esses projetos levam os alunos ao trabalho em equipe, com prazos e divisão de tarefas, e desperta o espírito de liderança em alguns.”

De acordo com Sereno, tais experiências contribuem para o crescimento pessoal e profissional do aluno.

Pela primeira vez na RoboCup, o estudante Gabriel Dalton, 17, do ensino médio integrado ao curso técnico em automação industrial no IFRJ, destacou que o concurso agrega conhecimento, pois exige dinamismo e capacidade de improviso, de superar imprevistos e de saber se comunicar. “Nunca tinha visto, em um só lugar, tantas culturas diferentes e, ao mesmo tempo, com tanto respeito uns com os outros, pessoas e futuros profissionais maravilhosos”, disse. “Olhando por um lado mais profissional, o evento mostrou que existem pessoas competentes e com muita inteligência, com alto nível de conhecimento e, ainda bem, dispostas a compartilhá-lo.”

Na categoria dança, os alunos elaboram uma apresentação com robôs desenvolvidos para realizar coreografia em conjunto. Nessa categoria, um ou mais robôs dançam, vestidos a caráter, de acordo com a música. São avaliados quesitos como dança e coreografia, design, valor de entretenimento e uso efetivo de tecnologia.

Na RoboCup 2014, a categoria dança contou com 25 equipes de 13 países. A equipe do IFRJ é composta por 13 alunos e cinco professores. Participaram da RoboCup três professores e 12 alunos.

Diego Rocha

X
Fim do conteúdo da página