Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias
Início do conteúdo da página
Cooperação internacional

Seminário discute o intercâmbio de professores com instituições canadenses

  • Quinta-feira, 09 de outubro de 2014, 14h58

A Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação e o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) abriram nesta quarta-feira, 8, em Brasília, o seminário Os Institutos Federais e sua Atuação nos Territórios.

O encontro, que se encerra nesta quinta-feira, 9, no auditório do MEC, tem o objetivo de celebrar resultados e definir novas ações. Os debates iniciais abordaram a atuação dos institutos federais de educação, ciência e tecnologia, além de relatos de experiências de cooperação entre a rede federal e os colleges and institutes do Canadá.

O coordenador do Núcleo Estruturante das Políticas de Inovação (Nepi) da Setec, Luciano Toledo, considerou um sucesso a parceria entre Setec e Conif, com o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), na experiência que levou 43 professores brasileiros a um intercâmbio de três meses no Canadá. Os profissionais fizeram estágios em 19 instituições daquele país para ampliar os conhecimentos em gestão e organização na área de pesquisa aplicada, articulada com o setor produtivo. “Tive a oportunidade de acompanhar o grupo no Canadá e vi de perto a excelência do seu desempenho nos colleges”, disse Toledo. “Essa experiência serviu de exemplo para o agendamento final da política de inovação.”

O presidente do Conif, Luiz Augusto Caldas Pereira, fez retrospectiva sobre a expansão da rede federal, com apresentação de vários indicadores. “O maior desafio que temos é fazer com que os institutos federais aproveitem sua pluralidade para que tenhamos um projeto educacional com características muito próprias, sem nos distanciar do papel de contribuir para a construção de indicadores relevantes para o país”, afirmou.

O titular da Setec, Aléssio Barros, ressaltou a importância da discussão dos resultados da experiência no Canadá. “Essa experiência já nos abriu oportunidades de expansão para outros países, como a Finlândia e a Alemanha”, disse.

Experiência
— O pesquisador Mauro André Barbosa Cunha, do Instituto Federal Sul-Rio-Grandense, participante do intercâmbio, relatou a experiência vivida no Canadá. “Foi possível verificar a relação próxima que eles têm com a comunidade, com a indústria e com o meio produtivo”, destacou. “Também percebemos o quanto os professores são voltados para as aulas práticas. O povo canadense, hospitaleiro e gentil, torna a experiência totalmente agradável.”

A direção de parcerias internacionais dos colleges canadenses, que participou do evento por videoconferência, relatou o valor da experiência para aquele país e externou a disposição de receber mais professores brasileiros. Os 43 participantes da cooperação internacional receberam certificado do programa de intercâmbio profissional e tecnológico do Brasil com os colleges and institutes do Canadá.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página