Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Educação básica

Professores recebem premiação por experiências bem-sucedidas

  • Sexta-feira, 12 de dezembro de 2014, 11h29

O Ministério da Educação entregou na noite desta quinta-feira, 11, em São Paulo, o 8º Prêmio Professores do Brasil a 39 educadores das cinco regiões do país. O prêmio reconhece e valoriza iniciativas de professores da educação básica pública. Nesta edição, foram apresentados 6.808 projetos, de mais de 2 mil municípios.

A cerimônia foi realizada no Sesc Vila Mariana, na capital paulista, com a participação do ministro da Educação, Henrique Paim, e do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.

De acordo com o ministro, o prêmio é um dos principais eventos do ano na área da educação, por apresentar os projetos dos professores com foco na formação dos alunos. “Sem dúvida, é o principal evento do Ministério da Educação durante o ano, pois acreditamos que a premiação do professor é o reconhecimento ao trabalho que ele faz, fundamental para que tenhamos no país uma educação cada vez melhor”, disse. “Na valorização, estamos falando de remuneração, carreira docente e formação de professores, compromisso que tem de ser assumido para que possamos melhorar a educação do país.”

O prefeito Fernando Haddad destacou que a valorização dos professores faz parte do Plano Nacional de Educação (PNE), aprovado este ano pelo Congresso Nacional. “Neste PNE, temos metas de formação, mestrado, doutorado, especialização”, ressaltou. “E uma segunda meta, tão importante quanto a primeira, voltada para a remuneração.”

Os vencedores provêm de 18 unidades da Federação. Oito capitais, com 11 vencedores, estão representadas na oitava edição — Palmas, Campo Grande, Brasília, Belém, Teresina, São Paulo, Salvador e Macapá. Médias e pequenas cidades do interior respondem por 28 experiências vitoriosas.

O Prêmio Professores do Brasil é uma iniciativa do Ministério da Educação, sob a responsabilidade da Secretaria de Educação Básica (SEB) e de instituições parceiras. Instituído em 2005, o prêmio reconhece, premia e divulga o mérito de professores das redes públicas de ensino pela contribuição dada para a melhoria da qualidade da educação básica. Para tanto, são avaliadas as experiências pedagógicas bem–sucedidas e inovadoras.

Extra – São de São Paulo, Ceará, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Pernambuco, Paraíba e Sergipe os oito vencedores do prêmio extra do Professores do Brasil. Cada educador recebeu um adicional de R$ 5 mil, em dinheiro. Os vencedores são os seguintes:

Educação infantil – O vencedor foi Maurício Barbosa de Lima, da Creche Municipal Pequeno Príncipe, de Cabedelo (PB), com a experiência Jogos corporais na educação infantil: preenchendo o espaço com movimentos criativos.

Anos iniciais do ensino fundamental
– Lúcia Helena Holanda Silveira, da Escola de Ensino Fundamental Dulcinéia Gomes Diniz, de Itaiçaba (CE), com o Projeto Bom de Letra.

Anos finais do ensino fundamental – Gina Vieira Ponte de Albuquerque, do Centro de Ensino Fundamental 12 de Ceilândia (DF), com o Projeto Mulheres inspiradoras.

Ensino médio – Jayse Antonio da Silva Ferreira, da Escola Estadual de Referência em Ensino Médio Frei Orlando, de Itambé (PE), com a experiência Eu sou uma obra de arte: etnias do mundo.

Ciências para os anos iniciais do ensino fundamental
– Josemar Aparecida Santos da Rosa, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Genuíno Sampaio, de Campo Bom (RS), com Toldo bloqueador do sol/conforto térmico e sustentabilidade.

Alfabetização nos anos iniciais do ensino fundamental – Rosângela de Fátima Torres Giampietro, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Anaclato Campanella, de São Caetano do Sul (SP), com o projeto 2013 – ano internacional para a cooperação pela água: consumismo = desperdício. Por que desperdiçar se podemos economizar?

Educação integral e integrada
– Felipe Rodrigues Pius, da Escola estadual doutor Celso Gama, de Santo André (SP), com o projeto Revista Diário da Sexualidade.

Educação digital articulada ao desenvolvimento do currículo
– Maria de Nazaré Sousa Freires, da Escola de Ensino Fundamental José Juca, de Quixadá (CE), com Plugando na informação, construindo conhecimento.

Assessoria de Comunicação Social

Matéria republicada com acréscimo de informações

X
Fim do conteúdo da página