Portal do Governo Brasileiro
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Todas as notícias > No primeiro dia, exame para jovens e adultos já registra quase meio milhão de inscritos
Início do conteúdo da página
Notícias

Capes participa de comitiva do ProÁfrica

  • Terça-feira, 05 de abril de 2005, 10h52

O presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior do Ministério da Educação (Capes/MEC), Jorge Guimarães, representa a área de pós-graduação a partir de hoje, 5, na missão ProÁfrica - Programa de Cooperação Temática em Matéria de Ciência e Tecnologia. Coordenado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, o programa foi criado em julho do ano passado com o objetivo de fortalecer a cooperação científico-tecnológica entre o Brasil e os países africanos. Está previsto o intercâmbio de cientistas e pesquisadores com atuação em projetos nas áreas de excelência e de importância estratégica para a cooperação em ensino, ciência e tecnologia.

O financiamento do programa pela Capes já possibilitou a formação de 94 estudantes de 13 países africanos dentro do Programa de Estudante-Convênio de Pós-Graduação (PEC-PG). Professores universitários pesquisadores desenvolveram estudos em diversas áreas do conhecimento em mestrados e doutorados. De acordo com Jorge Guimarães, a missão busca cumprir uma das orientações da política externa do governo Lula que é ampliar a cooperação com os países africanos. "O Brasil compartilha aspectos culturais e históricos com esses países, especialmente, a língua portuguesa. Há potencial para se realizar parcerias futuras importantes em diversas áreas como a de mineral e de petróleo. Além de ser um continente com potencialidades, temos uma dívida histórica com o povo africano", ressaltou Guimarães.

Ainda hoje a comitiva brasileira participa em Maputo, capital de Moçambique, de uma série de discussões sobre a experiência brasileira em financiamento de ciência e tecnologia e utilização no combate à pobreza. Os debates serão realizados durante toda a semana. Os programas de trabalho assinados com Angola e Moçambique durante a visita do presidente Lula, em 2003, são as bases para a evolução dos debates entre os representantes dos dois países.

Em Luanda, capital de Angola, os representantes brasileiros têm encontro com o vice-ministro da Ciência e Tecnologia, Pedro Sebastião Teta, e com o diretor do Instituto de Investigação Científica, Nanizay André. Jorge Guimarães fará uma apresentação sobre os programas e atividades da Capes, além de mostrar o cenário da pós-graduação brasileira.

Adriane Cunha

Assunto(s): mec , notícias , jonalismo , matérias
X
Fim do conteúdo da página